Huawei começa a vender computadores com Deepin

Huawei começa a vender computadores com Deepin

A situação entre os EUA e a Huawei não é a das melhores, ocasionando até na aceleração do desenvolvimento de sua possível alternativa ao Android, o misterioso HarmonyOS. Recentemente cogitei a possibilidade da empresa vender seus computadores com a distribuição Linux chinesa Deepin. E não é que acertei? (acho que meu colega de trabalho, Ricardo “O Cara do TI”, acaba de ter um “adversário” nas previsões… Que vença o melhor 🤣️🤣️🤣️).      

A Huawei é uma das maiores empresas do mundo, e na China seu poder é ainda maior. Com eventuais problemas com a Microsoft, que não chegaram a se concretizar, a empresa ficaria na clássica “sinuca de bico”. Sugeri que uma maneira para contornar essa problemática seria adotando uma distribuição Linux em seus produtos. Ao menos que timidamente, sem abandonar o Windows. Obviamente, que o HarmonyOS poderia ser uma alternativa, entretanto o sistema não parece ser maduro o suficiente.  

Huawei e Deepin podem impulsionar o Linux”, esse foi o artigo que escrevi detalhando a minha visão sobre o assunto. Um tiro às cegas que acabou acertando bem no alvo.   

huawei-deepin-linux-sistema-pc-computador-laptop-notebook-design-distro-china-matebook-pro-harmonyos-windows

Huawei começa a vender laptops com Deepin

Através da sua loja oficial VMall.com, a Huawei vem disponibilizando alguns modelos com o sistema operacional Deepin. Até mesmo modificações, simples para muitos, foram feitas nos aparelhos. As teclas que continham a logo do Windows, que chamamos de “Super”, passaram a ter no lugar da logo do sistema da Microsoft, a palavra “Start”. Um detalhe insignificante para muitos, mas que demonstra um capricho por parte da empresa. Ao todo são 3 modelos com Deepin, o Huawei MateBook X Pro, Huawei MateBook 13 e Huawei MateBook 14. Contudo, qualquer distribuição Linux pode ser instalada posteriormente pelo cliente, mesmo com Deepin de fábrica isso não significa que apenas o sistema em questão funcionará no equipamento.  

A título de curiosidade o Huawei MateBook X Pro com Linux, possui um processador Intel Core i5-86265U quad core, SSD M.2 de 512 GB para armazenamento, 8GB de RAM, GPU NVIDIA GeForce MX250, tela de 13,9 polegadas de resolução 3K (260 PPI) e com um acabamento refinado e imponente.  

huawei-deepin-linux-sistema-pc-computador-laptop-notebook-design-distro-china-matebook-pro-harmonyos-windows

Seu valor é de 8699 CNY (R$ 4.987,80 em conversão direta para o real).  

Infelizmente os modelos com Linux pré-instalados estão disponíveis apenas na China. Não sabemos se essa estratégia é para ver a aceitação do público chinês por outro SO que não seja o Windows, para quem sabe no futuro gradualmente introduzir o HarmonyOS, ou o Deepin será maciçamente adotado e levado para outros países.  

O sistema da Wuhan Deepin Technology, possui características interessantíssimas para Huawei. Sendo Open Source, a empresa poderá modificar o Deepin conforme suas necessidades e embarcar soluções proprietárias. Outro ponto é o visual que encanta os olhos dos usuários, com modos de uso indo a um estilo semelhante ao macOS ou o próprio Windows. Um recurso que pode ter chamado a atenção da Huawei, além do design da distro, é o Cloud Sync, que permite sincronizar várias configurações do sistema em nuvem. Adicionado no Deepin 15.11, através dele é fácil salvar modificações e perfis de uso do sistema. Definitivamente algo útil ao instalar o sistema do zero em outra máquina, sem a necessidade de sair atrás de programas ou configurações/personalizações utilizadas. Talvez a Huawei implemente novos recursos relacionados a seus produtos nessa feature do Deepin.   

huawei-deepin-linux-sistema-pc-computador-laptop-notebook-design-distro-china-matebook-pro-harmonyos-windows-cloud-sync

Agora o tempo dirá se essa empreitada com o Linux dará certo para Huawei, e se o Deepin será a porta de entrada para o mundo Linux. Quem diria hein!  

Você compraria um computador com Deepin? Atualmente no mercado brasileiro temos algumas opções, como a Dell com Ubuntu instalado de fábrica. Inclusive começando a facilitar a descoberta destes equipamentos com Linux em seu site oficial.  

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus e fique por dentro das novidades.  

Até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎  

Fonte: Huawei, Forbes.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Sistema de arquivos ZFS parece estar chegando ao instalador do Ubuntu 19.10
Continue lendo

Sistema de arquivos ZFS parece estar chegando ao instalador do Ubuntu 19.10

A Canonical vem trabalhando em sua versão de curto período de suporte, o Ubuntu 19.10, e experimentando algumas tecnologias. Recentemente a polêmica decisão do fim do suporte aos pacotes 32 bits repercutiu bastante, algo planejado para o Ubuntu 19.10 e no final a empresa acabou voltando em sua decisão. No entanto, passos importantes estão sendo dados em seu sistema, e o suporte em testes para o ZFS é um deles.