Dirty COW – Um bug que afeta o Linux há 9 anos, atualize seu sistema!

Dirty COW - Um bug que afeta o Linux há 9 anos

Foi descoberta recentemente uma falha no Linux que já perdura por incríveis 9 anos! A falha está sendo chamada de Dirty COW e permite acesso à privilégios administrativos no sistema, saiba mais:

Dirty COW é uma falha encontrada no kernel do Linux. O nome meio esquisito se deve a um acrônimo feito com o tipo de ação que ela pode gerar “Copy On Write” (COW), essa falha permite que os atacantes conseguam ter privilégios administrativos no sistema, a notícia ruim é que ela afeta todas as distribuições que usam o Kernel Linux, sem exceção, incluindo o Android.

Aparentemente, o problema existe a nada mais, nada menos do que 9 anos, ainda que não tenha sido muito explorado, o lado bom é que as principais distribuições Linux já disponibilizaram a correção para seus sistemas, então basta atualizar a sua distro, ou mantê-la atualizada, simplesmente.

O lado ruim, é que como esta falha é muito antiga, ela afeta também distribuições que já não recebem mais suporte, então se existirem máquinas nesta condição elas continuarão vulneráveis, ainda assim, acredito que o ponto mais crítico é o Android.

A Google já está trabalhando na correção, entretanto, como o Android é muito fragmentado, atualização do sistema ficará no encargo da fabricante do seu Smartphone.

Assim como outras falhas que apareceram, o Dirty COW já possui correção, mas devido a idade do problema, em alguns situações isso pode afetar algumas pessoas e servidores.

Mais detalhes

Até a próxima e atualize o seu sistema!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Ubuntu 19.10 poderá iniciar até 7x mais rápido
Continue lendo

Ubuntu 19.10 poderá iniciar até 7x mais rápido

Não é segredo para ninguém que a Canonical, empresa responsável pelo Ubuntu, vem trabalhando em melhorias no boot do sistema. Queixas de inúmeros usuários relatando uma demora no início do sistema, graças aos aplicativos no formato Snap. Digamos que as coisas ainda não são perfeitas, mas houve uma melhora perceptível neste aspecto. Agora eis chegada a hora de melhorar o boot, relacionando ao Kernel Linux do Ubuntu.