Projeto AppStream para unificar a instalação de pacotes nas distros Linux

Projeto AppStream para unificar a instalação de pacotes nas distros Linux

AppStream um projeto de grandes

Para quem não conhece este conceito, o AppStream é um projeto que está sendo debatido pelas principais distros do mundo Linux, estão nessa parada a Red Hat, o OpenSuse, Debian, Ubuntu, Mandriva para criar uma central de aplicativos única para o Linux.

Distribuições que se beneficiariam da AppStream

Eu já  vi isso antes…

Pois é, se você é usuário Ubuntu, certamente já utilizou uma ferramenta muito legal chamada de Central de Programas do Ubuntu para instalar as principais aplicações no seu sistema. Como sabemos, a central de programas do Ubuntu só pode ser instalada em distros baseadas no Debian e por tanto que usei o gerenciador de pacotes APT com binários do tipo .DEB.

O projeto AppStream visa formar um repositório de software com interface gráfica semelhante a da central de programas do Ubuntu só que compatível com todas, ou pelo menos as principais, distros Linux da atualidade. 

Esse é um projeto que vem sendo discutido a algum tempo já, sem sair do papel infelizmente, porém uma notícias que ví hoje, vinda do “lado verde da força”, dizia que o OpenSuse estaria trabalhando na AppStream e teria dedicado até uma equipe para realizar o desenvolvimento do projeto.

Bom, muito bom!

A possibilidade de unificar uma central de programas que funcionasse perfeitamente nas principais distros, do meu ponto de vista, seria uma ótima notícia para o mundo Linux.

Ajudaria para a disseminação do software livre, e conseguiria novos adeptos. Acho que quem uso o computador de maneira doméstica, entenda-se, ouvir música, navegar na internet e cuidar de umas galinhas na mini fazenda se sentiria mais a vontade com um processo de instalação unificado.

Se você decidir usar Linux, depois de uma certa pesquisa vai decidir (tenho quase certeza) em usar uma distro baseada no Debian, possivelmente o Ubuntu ou o Mint, agora eu lhes pergunto, essas duas distros são melhores que o OpenSuse ou o Mandriva, ou qualquer outra? Não, categoricamente! Não vamos entrar no mérito de cada distro, mas o grande diferencial do Ubuntu é o suporte da comunidade, o grande diferencial do Mint é o baixo impacto de modificação e adaptação do novo usuário, visto que ele vem “pronto” para o uso.

Queremos APPS!

Um usuário comum, não avançado, definitivamente não se importa e nem quer se importar com qual gerenciador ou modelo de pacote é melhor, apt, urpm, yum, zypper etc. Aliás, um usuário comum prefere nem saber destas “complicações”, ele só quer que as coisas funcionem direito, e que isso seja feito com o mínimo de cliques possíveis, e acho que definitivamente a AppStream iria revolucionar.

Nos resta agora esperar mais notícias sobre o desenvolvimento da AppStream.

E você leitor, o que acha da unificação de pacotes das distros com a AppStream?

Dica Extra: Aprenda a instalar a central de programas do Ubuntu no Debian


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Red Hat leva software open source para outro nível
Continue lendo

Red Hat leva software open source para outro nível

A Red Hat, Inc. lançou nesta Terça-feira (7), o Red Hat Enterprise Linux 8 (RHEL 8) durante o Red Hat Summit 2019, principal convenção mundial da companhia que acontece em Boston, nos Estados Unidos. A novidade amplia o uso do Linux empresarial na cloud híbrida com maior ecossistema de software open source comercial da indústria.