Sistema de impressão CUPS 2.3 lançado, confira as novidades

Sistema de impressão CUPS 2.3 lançado

A Apple anunciou recentemente o lançamento da nova versão do CUPS, a empresa é a responsável pelo sistema de impressão livre, utilizado em seu sistema e na maioria das distribuições Linux.       

O CUPS 2.3 veio com algumas novidades e mudanças, começando por sua licença. Anteriormente utilizando GPLv2 e LGPLv2, agora passa para a licença Apache 2.0, o que permite a utilização do código do CUPS por outras empresas e produtos, sem a preocupação de compatibilidades com a GPLv2 e LGPv2. Assim, até outros projetos de código aberto da Apple serão compatíveis com a nova licença adotada (Por exemplo, o Swift, WebKit e mDNSResponder).  

A questão de licenças é muitas vezes algo confuso de se entender, e que acaba limitando vários projetos por obrigatoriamente ter que manter licenças compatíveis ou impedindo o uso de código proprietário junto a softwares livres.

A licença Apache 2.0 é compatível com a GPLv3, porém, incompatível com a GPLv2. Para resolver este impasse, uma exceção especial foi adicionada ao contrato de licença para código sob as licenças GPLv2 / LGPLv2.  

Novidades do CUPS 2.3

O CUPS não se limitou a mudança de sua licença, pelo contrário, novos recursos foram adicionados, segue as principais características:  

  • Suporte para os presets e o atributo “finish”, no protocolo IPP Everywhere (isso permite que ferramentas definam dinamicamente uma impressora na rede, enviar solicitações, executar operações de impressão diretamente ou através de intermediários);
  • Implementação da visualização do estado de suspensão de novos trabalhos de impressão no comando “ipstart”;
  • Novo utilitário ippeveprinter, com implementação de um servidor IPP Everwhere (permitindo a execução de comandos para cada trabalho de impressão ou um software cliente);
  • Suporte para autenticação HTTP Digest e SHA-256 para biblioteca libcups;
  • Regras que seguem as especificações de modelos de impresoras, como: Lexmark E120n, Lexmark Optra E310, Zebra, DYMO 450 Turbo, Canon MP280, Xerox e HP LaserJet P1102;
  • Correção de vulnerabilidades que ocasionaram estouro do buffer designados para o processamento de dados inválidos (CVE-2019-8696 e CVE-2019-8675);
  • Implementação do protocolo para compartilhamento de acesso às impressoras Bonjour, fornecendo os nomes DNS-SD ao registrar as impressoras na rede;
  • Adição do suporte a gravação de atributos ippserver em arquivos, no utilitário ipptool;
  • Adicionado suporte às opções MinTLS e MaxTLS ao SSLOptions, possibilitando a escolha de qual TLS utilizar;
  • Adição do suporte a diretiva UserAgentTokens ao “client.conf”;
  • Atualização do serviço Systemd para execução do cupsd;
  • O Ipoptions agora pode trabalhar com impressoras IPP Everwhere que não estejam adicionadas à fila de impressão;
  • Adicionado corretamente o suporte ao modo de impressão na frente ao driver IPP Everwhere;
  • Remoção dos utilitários cupsaddsmb e cupstestdsc. 

Para mais informações acesse o repositório do Github da Apple, especificamente o do CUPS, por este link.  

Como instalar o novo CUPS 2.3 no Ubuntu e derivados

Até o momento essa nova versão não está disponível nos repositórios oficiais do Ubuntu, geralmente esse processo demora alguns dias. Recomendo que seja paciente e espere a atualização. No entanto, se for um “apressadinho”, você poderá compilar diretamente do Github. Mas, só faça isso se tem a plena consciência de como proceder. Abaixo irei demonstrar a compilação do código fonte do CUPS 2.3. Faça por sua conta e risco.  

Baixando o código fonte do CUPS 2.3:  

wget https://github.com/apple/cups/releases/download/v2.3.0/cups-2.3.0-source.tar.gz

Descompactando o pacote:  

tar xzvf cups-2.3.0-source.tar.gz

Entrando no diretório criado:  

cd cups-2.3.0

Enfim, pondo as mãos na massa e compilando (seguindo os comandos na ordem):  

./configure
make
make check
sudo make install

Para finalizar, reinicie o serviço ou o sistema para que a nova versão seja executada.  

Aposto que muitos não sabiam que a “dona Apple” era a responsável pelo sistema de impressão CUPS (😁️😁️😁️).  

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus, e fique por dentro das novidades.  

Até o próximo post, te espero aqui no blog Diolinux, SISTEMATICAMENTE! 😎  

Fonte: Ubunlog, Apple.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Microsoft comemora “dia do Pinguim” com Linux
Continue lendo

Microsoft comemora “dia do Pinguim” com Linux

Aos longínquos anos 90 e começo dos anos 2000, a Microsoft via o Open Source e o Linux como inimigos a serem “abatidos e eliminados”, de fato, em certa época Steve Ballmer, então CEO, chegou a falar que o Linux era um “câncer” para a MS. Anos depois a empresa mudou bastante neste sentido, especialmente à partir de 2016.
Google + cresce entre brasileiros
Continue lendo

Google + cresce entre brasileiros

Uma pesquisa feita pela Experian Hitwise relata que a rede social do Google cresceu 5,7% no gosto dos brasileiros no último mês em comparação ao mesmo mês do ano passado.