ONLYOFFICE completa 10 anos de existência

10 anos de ONLYOFFICE

No dia 7 de julho, o ONLYOFFICE completou 10 anos de existência. Uma das mais conhecidas suítes de escritório de código aberto, o ONLYOFFICE possui editor de textos, de planilhas e de apresentações.

Ele já é utilizado por mais de 7 milhões de pessoas no mundo, não só em computadores pessoais mas como em smartphones, redes locais e até na nuvem.

Como o ONLYOFFICE nasceu

O ONLYOFFICE surgiu como uma plataforma interna de colaboração desenvolvida pela Ascencio System SIA, com fóruns, blogs e uma plataforma para pedir comida online para o escritório. Foi liberado para o público em 2010 e em questão de duas semanas, foram contabilizadas mais de 1000 inscrições.

ONLYOFFICE Mail

Atualmente, a plataforma de colaboração ONLYOFFICE oferece ferramentas para criar documentos, planilhas, apresentações, relacionamento com clientes, e-mails e até reuniões online. Esta plataforma pode ser utilizado tanto na nuvem “pública”, quanto através de uma rede interna da própria empresa.

Editores online

O ONLYOFFICE conta com uma solução muito poderosa, onde é possível mais de uma pessoa editar um mesmo documento simultaneamente, perfeito para revisões de documentos, planilhas complexas e diversas outras funcionalidades.

O ONLYOFFICE está disponível para utilização na nuvem
O ONLYOFFICE está disponível para utilização na nuvem

Utilizando HTML5, é possível garantir que todos os usuários não só vejam o documento em questão, como também possam alterá-los, de maneira que todos os outros usuários vejam a modificação em tempo real.

Segundo dados do próprio Github do ONLYOFFICE, existem mais de 10 milhões de requisições no Docker de imagens do ONLYOFFICE.

Experiência offline

Para os que preferem um editor offline, seja para não depender de um navegador, ou para utilizar nos momentos em que estiver sem conexão, o ONLYOFFICE também conta com aplicativos nativos para todos os principais sistemas operacionais. O ONLYOFFICE conta com 3 editores: Documentos, Planilhas e Apresentações.

Não importa se você está utilizando Windows, MacOS ou Linux, existe uma versão da suíte de aplicativos para todos eles. No caso do pinguim, ainda existem pacotes em DEB, RPM, AppImage, Snap e Flatpak, garantindo a utilização do editor em praticamente qualquer distribuição. É possível baixar diretamente da página de downloads do projeto.

Disponível em dispositivos móveis

Os editores do ONLYOFFICE também estão disponíveis no iOS e Android, permitindo o acesso aos documentos em praticamente qualquer dispositivo. 

O ONLYOFFICE está disponível para dispositivos móveis

Integrações com outros serviços

Por se tratar de um serviço de código aberto, o projeto permite uma fácil integração com outros aplicativos e serviços por parte da própria comunidade.

Entre os serviços mais populares disponíveis, estão o SharePoint, ownCloud e Nextcloud. Existem mais de 20 integrações disponíveis, e o número continua crescendo.

Privacidade

Para os mais preocupados com privacidade, o ONLYOFFICE é distribuído pela licença AGPL v3. Isso quer dizer que todo o código está disponível para qualquer um que quiser verificar, utilizar e até mesmo modificar. Porém, qualquer modificação feita deve ser disponibilizada através da mesma licença.

Para os que lidam com informações delicadas, é possível utilizar o editor na sua própria nuvem privada, mantendo suas próprias políticas de segurança. O ONLYOFFICE também possui suporte para 2FA, SSO e até ferramentas de monitoramento.

Os desenvolvedores do ONLYOFFICE também estão trabalhando para implementar criptografia 256 AES, deixando o ambiente ainda mais seguro.

Você utiliza o ONLYOFFICE no seu trabalho? Deixe a sua experiência com ele nos comentários!

Até a próxima!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Correção em falha de processadores Intel pode acabar reduzindo o desempenho do CPU em até 30%
Continue lendo

Correção em falha de processadores Intel pode acabar reduzindo o desempenho do CPU em até 30%

O ano mal começou e a Intel já está tendo problemas de segurança com seus processadores. Os processadores Intel, tanto x86 quanto x64, fabricados nos últimos 10 anos podem ter seu desempenho fortemente afetado devido a necessidade de uma atualização a nível de kernel dos sistemas operacionais, sejam eles Windows, macOS ou Linux.