Galaxy S Duos é anunciado pela Samsung

Galaxy S Duos é anunciado pela Samsung

Os principais fabricantes de celulares foram na onda dos chineses e começaram a fabricar aparelhos com suporte a dois, três e até quatro SIM cards. Só que esses produtos geralmente são celulares de baixo custo ou smartphones Android lentos, com câmeras ruins e pouco espaço de armazenamento. Mudando um pouco essa história, a Samsung anunciou hoje um dual chip mais atraente: o Galaxy S Duos.

O Galaxy S Duos imita o design do Galaxy S III, mas possui uma espessura quase 2 milímetros maior. Ele chega com configurações bem decentes para um dual chip: roda Ice Cream Sandwich, tem uma generosa tela de 4 polegadas com resolução de 480×800, câmera traseira de 5 megapixels e 4 GB de armazenamento interno com suporte a microSD de até 32 GB.

Mesmo acima da média, o Galaxy S Duos não seria (ou não deveria ser) posicionado no mercado topo de linha: o hardware é comparável ao Galaxy S original e inclui processador single core de 1 GHz, 512 MB de RAM e GPU Adreno 200, que hoje em dia não possui um desempenho tão surpreendente em jogos. Além disso, sua câmera grava apenas vídeos com resolução de 854×480 e a tela não possui o famoso painel Super AMOLED.

Fonte


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Sobre a compra do GitHub pela Microsoft
Continue lendo

Sobre a compra do GitHub pela Microsoft

Microsoft e GitHub anunciaram que, em comum acordo, agora a empresa dona de um dos serviços de repositório de software mais populares que existe pertence à "Gigante de Redmond". Tornando a Microsoft uma empresa mais influente e próxima dos desenvolvedores.
Silício nos processadores?
Continue lendo

Silício nos processadores? Pesquisadores conseguem criar os primeiros cristais de Grafeno perfeitos

Há muito tempo que se ouve falar do tal "limite do silício", limite este que impediria o crescimento vertical da capacidade computacional que temos hoje em dia, obrigando as empresas a buscar tecnologias auxiliares que ajudem na melhoria do desempenho nos processadores, melhorando-os geração após geração, como a adição de múltiplos núcleos, entre outras coisas.