Canonical entra para o conselho da GNOME Foundation

Canonical entra para o conselho da GNOME Foundation

Agora que o Ubuntu voltou a usar o desktop “full GNOME”, nas palavras de Mark Shuttleworth, criador da empresa por trás do sistema, a Canonical tem um maior interessante em se integrar a comunidade de forma mais ativa, assim como outras companhias, agora eles fazem parte do “GNOME Foundation Advisory Board”.

Fazendo jus ao lema de “entre em novos projetos de cabeça”, a Canonical resolveu participar de forma ativa da comunidade GNOME ajudando com os profissionais da empresa na resolução de problemas, elaboração de recursos e financiando o projeto, junta-se então a outras empresas  e instituições que já fazem parte, como a Google e a Linux Foundation.

A GNOME Foundation deu as boas-vindas para a Canonical através de um anúncio em seu site oficial. O Ubuntu 17.10 foi a primeira versão do Ubuntu a trazer de volta o Desktop GNOME, o processo deverá se repetir e lapidar para a release de Abril de 2018, o Ubuntu 18.04 LTS, que é uma versão importante para a Canonical, justamente por se tratar de mais uma versão de longo suporte que geralmente preza por maior estabilidade.

A Wiki do GNOME agora possui uma página também onde orgulhosamente exibe o processo de mudança do Unity para o GNOME, o que se ganha e o que se perde, acho que é interessante conferir. 

Para aqueles que achavam que a Canonical andava muito “por fora” da comunidade, este deve ser uma novo começo de colaboratividade e troca recíproca.

Até a próxima!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste