AMD da mais um passo para tornar os drivers de vídeo do Linux melhores

AMD da mais um passo para tornar os drivers de vídeo do Linux melhores

De todos os usuários Linux no desktop, certamente os que mais esperam melhorias no sentido de drivers são os usuários de placas AMD, a empresa não trabalhou fortemente no desenvolvimento de drivers para o Linux durante muitos anos e só agora ela vem abordando o assunto de uma maneira mais séria.

 A AMD anunciou o GPUOpen, um conjunto de ferramentas e SDKs de código aberto para ajudar no desenvolvimento de drivers de código aberto, a iniciativa serve para dar a possibilidade dos desenvolvedores melhorarem o AMDGPU, o driver de open source que é integrado com o Kernel Linux.

A ideia por trás disso é melhorar a competitividade com a Nvidia, a AMD sabe que está em segundo lugar em números de vendas e os novos recursos que poderão ser desenvolvidos para as placas da empresa poderão trabalhar como um diferencial em relação à concorrência, o GPUOpen é semelhante ao NvidiaWorks.

Pela primeira vez ficou claro qual é a ideia da AMD com seus drivers de código aberto, anteriormente havia ficado a impressão de que com o tempo os drivers da AMD teriam seus códigos abertos, entretanto, agora está claro que isso é uma meia verdade. O AMDGPU, que é o driver de código aberto que é (e será) embutido no Kernel Linux à partir da versão 4.2 cumprirá a função de apenas fornecer funções básicas para os chips, quem quiser usar o a placa de vídeo para jogar precisá do novo driver CRIMSON e este continuará de código fechado.

Fonte


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Steam já tem mais de 1 milhão de jogadores no Linux
Continue lendo

Steam já tem mais de 1 milhão de jogadores no Linux

No começo do mês a Steam lançou o seu relatório mensal de quais sistemas operacionais, hardwares, softwares os seus usuários estão usando, isso acabou mostrando dados interessantes, como a subida dos usuários Linux e a queda de quem usa Windows dentro da Steam.
Entrevistamos o CEO da System76 e do Pop!_OS
Continue lendo

Entrevistamos o CEO da System76 e do Pop!_OS

A System76 é um dos mais conhecidos fabricantes de computadores no mundo a vender computador apenas com Linux. Durante praticamente todo o passado recente, a companhia utilizou o Ubuntu como padrão de suas máquinas, mas a mudança da Canonical, com o abandono do Unity, a System76 optou por não mais depender tão diretamente do Ubuntu, dando origem a sua própria distro, o Pop!_OS.