Que o movimento open source conta com ferramentas poderosíssimas, a gente já está cansado de saber. O Chromium é um ótimo exemplo de software open source que está presente na maior parte dos navegadores do mercado, e até o Facebook possui seu próprio projeto open source, o React, uma biblioteca Javascript bem conhecida entre os desenvolvedores.

O mundo open source é conhecido e amado por desenvolvedores e engenheiros de software, e graças a isso temos acesso à diversas ferramentas poderosíssimas de maneira gratuita. Mas, ainda contamos com pouco interesse de designers e criativos por este mundo, o que muitas vezes acaba fazendo com que as aplicações gráficas famosas tenham um visual datado.

Você sabe o que Audacity, GIMP e VLC têm em comum? Apesar de muito poderosas e largamente adotadas por profissionais, todas estas ferramentas têm interfaces que deixam a desejar em diversos aspectos quando comparadas com seus principais competidores.

O motivo do desinteresse

Um dos principais motivos do desinteresse por conta dos designers é a falta de visibilidade. Infelizmente, muitas pessoas ainda tem a visão de que o Linux é uma grande tela preta com textos verdes subindo. Só que na verdade, as distribuições Linux vão muito além do terminal, e os projetos possuem espaço para todos os tipos de profissionais, não apenas os desenvolvedores.

Matrix no terminal

Além disso, a maneira com que alguns projetos open source são gerenciados, em sua grande maioria focam apenas em meios de comunicação com desenvolvedores, utilizando ferramentas como GitHub e GitLab, além de chats através do protocolo IRC. Apesar de serem ótimas ferramentas, não são muito amigáveis para profissionais de fora do universo de desenvolvedores e entusiastas do open source.

Como podemos mudar

Uma das possibilidades para mudar este cenário é estimular cada vez mais algo que já praticamos por aqui no Diolinux e encorajamos todos a fazerem também: divulgação. É claro, não devemos bater de porta em porta perguntando se já ouviram a palavra de Linus Torvalds, mas, precisamos mostrar que o Linux é capaz de muito mais do que programação.

Dois projetos muito bacanas no Instagram para quem gosta de design e open source são os perfis Design & Linux e o Linux para Designer. Ambos contribuem divulgando o poder das ferramentas de design open source disponíveis para o Linux, tanto para quem trabalha na área, quanto para os entusiastas deste mercado.

Oportunidade de trabalho para designers

A Open Source Design é uma comunidade de designers e desenvolvedores focados em melhorar a experiência dos usuários e a interface dos aplicativos open source. O site da comunidade conta inclusive com uma área de projetos e empregos, divulgando oportunidades gratuitas e remuneradas para designers se envolverem em projetos open source variados.

Projetos como este podem ser uma oportunidade sensacional para o seu portfolio, além de uma grande chance de networking, já que empresas grandes como a Mozilla possuem oportunidades para design open source.

Os projetos de código aberto também poderiam facilitar que as oportunidades para designers fossem divulgadas, criando páginas focadas nesta área, descrevendo o que precisa ser feito e como contribuir. Alguns grandes projetos já fazem isso, como é o caso do Drupal e da MediaWiki.

Para quem quer iniciar na área do design, temos um curso de GIMP disponível para os membros do Youtube no Diolinux Play.

Espero no futuro ver muito mais designers se interessando pelo Linux e o mundo open source, assim como os principais projetos abrindo espaços para estes profissionais ajudarem e transformarem os softwares já poderosos, em ferramentas ainda melhores.

Até a próxima!


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Porque o React é tão popular?
Continue lendo

Porque o React é tão popular?

Saiba um pouco mais sobre a tecnologia React e descubra alguns dos motivos que a tornaram tão popular entre os desenvolvedores front-end.