Microsoft Clarity, uma nova ferramenta de análise

Microsoft Clarity, uma nova ferramenta de análise

Caso você possua um blog, um site ou trabalhe com serviços de marketing digital e precise de dados como número de visualizações e horários de pico, certamente você deve utilizar uma ferramenta de análise, como o Google Analytics.

A Microsoft lançou recentemente uma nova ferramenta de análise gratuita e de código aberto chamada “Clarity”, que fornece estatísticas como uso do site, ferramentas de sessão e mapas de calor. Se comparado a outras plataformas de análise ela é bastante simples, porém, é bastante robusta e fácil de usar.

Ficou curioso? Então prepare sua bebida favorita e venha conhecer o Microsoft Clarity.

O que é o Microsoft Clarity

O Microsoft Clarity é um aplicativo que registra a visita de usuários em seu site e analisa seu comportamento, como interações, engajamento de uma página e sessões abertas. Após o registro, essas informações ficam disponíveis em painéis, permitindo que você possa explorá-las e melhorar seu conteúdo.

Dentre suas formas de registro, temos gravações de sessão e mapas de calor, para que o administrador do site possa observar o comportamento de seus visitantes e descobrir por exemplo, qual o post ou produto mais clicado.

Ao entregar essas informações, é possível encontrar problemas no site como cliques que não levam a lugar nenhum, rolagem excessiva, entre outros, e, a partir disso, tomar decisões sobre mudanças possíveis que podem otimizar o tempo e experiência para os usuários.

Ele é um substituto para outras plataformas?

Como dito na introdução, o Microsoft Clarity no momento é uma plataforma simples e não possui tantas funções quanto um Google Analytics ou alguma outra solução de mercado, porém, isso não é necessariamente algo ruim. Já que ao focar em poucas funções isso pode garantir um trabalho mais detalhado, ao invés de desejar fazer tudo mais ou menos.

Por conta das limitações que ele possui, talvez não valha a pena trocar a ferramenta de análise que está sendo utilizada pelo Microsoft Clarity, mas utilizá-las em conjunto pode ser uma boa opção.

Integrando o Clarity ao Google Analytics

Sim, é possível integrar as duas plataformas com alguns poucos cliques e isso pode te gerar dados para uma análise mais completa. Ao ativar a integração, o Microsoft Clarity irá enviar as informações disponíveis nele ao Google Analytics, permitindo que você obtenha o melhor das aplicações.

Para isso, basta ir ao site oficial e criar um novo projeto. Dentro do projeto criado, vá em setup e em “Google Analytics integration” clique em “Get Started”.

Ele substitui o HotJar?

O HotJar é uma ferramenta de gravação de sessão que existe há muito tempo e possui vários recursos para gravação de sessão, feedback de usuário e mapas de calor. Embora o Clarity ofereça os mesmos recursos, as métricas utilizadas são diferentes.

Eles podem ser executados em conjunto, caso o administrador da página queira, mas, infelizmente ainda não existe uma interface para conectá-los de forma semelhante ao Analytics, sendo necessário usar um código personalizado para que eles possam interagir.

As funções do Microsoft Clarity

Agora que você já conhece um pouco mais sobre essa ferramenta, vamos falar um pouco sobre as funções que ela nos traz.

Gravações de sessão

Um dos grandes atrativos do Clarity se deve ao fato de que ele grava todas as sessões, registrando movimentos no mouse, rolagem e cliques de cada visitante. É possível acessar as gravações através do painel, podendo filtrá-las por páginas populares, usuários frustrados e até mesmo de navegadores de internet específicos.

Confira a um vídeo demonstrando o funcionamento:

Mapas de calor

Embora a maioria das ferramentas de análise realize um bom trabalho dizendo em quais páginas o usuário está navegando, é um pouco mais difícil analisar o comportamento de alguns usuários em uma página específica.

As ferramentas de criação de mapas de calor podem auxiliar o administrador do site a registrar onde os usuários mais clicam quando estão em uma página específica, e assim, entender o que eles mais procuram ou até mesmo onde o layout do site pode confundí-los.

Embora essa função esteja um pouco simples, atualizações futuras prometem mais opções para que seja mais fácil compreender o comportamento dos usuários.

Filtros e tags personalizadas

O Microsoft Clarity permite o uso de filtros para ver os dados com alguns critérios específicos, sendo  possível combinar vários filtros e tags personalizadas para obter o melhor da ferramenta. 

Com um código personalizado é possível enviar algumas informações extras para o Clarity e filtrá-las para analisá-las de forma fácil. A Microsoft liberou uma documentação sobre os filtros do Clarity para que você conheça melhor essa função.

Instalando o Microsoft Clarity

Para adicionar o Microsoft Clarity em seu site, basta se inscrever em seu site oficial e “criar um projeto”. 

Após criar o projeto, ele irá abrir uma tela onde temos um código de rastreamento que deve ser adicionado a seu site. Ele pode ser colado dentro do site ou através de serviços de terceiros.

Caso você queira informações mais detalhadas, a Microsoft disponibilizou um passo a passo das etapas de instalação do Clarity em sua documentação.

Um projeto de código aberto

O Microsoft Clarity ainda é algo novo e não possui tantas funções para uso comercial ou extensivo, porém, por ser open source ele permite que você possa navegar e contribuir com seu código fonte que está disponível no GitHub.

É interessante saber que um produto desse porte está se importando em ser transparente com seus clientes, sendo possível saber se o mesmo respeita a privacidade do usuário e até mesmo contribuir com  funções que em um futuro que podem torná-lo uma ferramenta melhor.

Você já conhecia essa ferramenta? Pretende testá-la? Quais funções você espera que sejam adicionadas? Deixe pra gente nos comentários e até a próxima notícia, dica ou tutorial!

Talvez Você Também Goste