Cascadia Code, a nova fonte da Microsoft

Cascadia Code, a nova fonte da Microsoft

A Microsoft vem trazendo novos lançamentos a todo vapor, sejam com funcionalidades extras, para a plataforma Windows ou disponibilizando alguns de seus produtos para o Linux, ou até mesmo auxiliando projetos, como no caso da Linux Foundation. Agora é anunciada uma nova fonte, com um público alvo bem definido.    

Denominada como “Cascadia Code”, a nova fonte da Microsoft foi criada para auxiliar os programadores. A gerente de programas, responsável pelo Windows Terminal, Kayla Cinnamon (favor não confundir com a interface gráfica do Linux Mint, desculpem o trocadilho de mau gosto 😁️😁️😁️) anunciou recentemente no blog de desenvolvedores da Microsoft a nova fonte.  

No mês de Maio houve uma votação no Twitter, com o intuito de se obter um nome para esta nova fonte, o vencedor foi “Cascadia Code”.  

O foco principal é facilitar a vida dos programadores, pois a fonte foi desenvolvida para soluções que visam esse público, como o Windows Terminal, Visual Studio Code, etc. De certo modo o nome “Cascadia” é uma homenagem ao Windows Terminal, que em seu desenvolvimento mantinha o mesmo codinome. Na realidade, ainda existem códigos dentro do terminal da Microsoft com esse nome.  

O Cascadia Code suporta “programming font ligatures”, que é um meio útil de se escrever o código, pois criam novos glifos combinando caracteres. Tornando assim o código mais legível e fácil de se compreender para muitos programadores.   

microsoft-windows-terminal-visual-fonte-ttf-cascadia-code-programador-open-source-ligatures

Os usuários do Visual Studio Code precisarão habilitar manualmente as “font ligatures” através das configurações do editor, e demais editores que suportarem o uso.  

microsoft-windows-terminal-visual-fonte-ttf-cascadia-code-programador-open-source

Cascadia Code é a fonte monoespaçada padrão do Windows Terminal, mas pode ser utilizado em qualquer outro projeto. A Microsoft disponibilizou a fonte sob licença SIL Open Font (OFL), sendo de código aberto, e ao alcance de todos no Github da empresa.  

A fonte pode ser utilizada para outros meios, se assim desejar, caso não queira compilar, a Microsoft também disponibilizou a mesma no formato TTF. Você pode baixar por esse link.   

Mais informações podem ser adquiridas diretamente da publicação da Kayla Cinnamon.  

Faça parte de nosso fórum Diolinux Plus, até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Tirando todas as suas dúvidas sobre Hospedagem de sites
Continue lendo

Tirando todas as suas dúvidas sobre Hospedagem de sites

Quando o assunto é hospedagem de sites nós temos muitas variáveis para se considerar. Era de se esperar que um assunto tão vasto também gerasse muitas dúvidas, recentemente eu pedi para vocês através da Fan Page do canal/blog para que vocês deixassem as suas dúvidas sobre o assunto e chegou a hora de você ter as suas respostas!