Glimpse quer ser o novo GIMP, será?

Glimpse quer ser o novo GIMP, será?

No mundo do software livre é muito comum termos a criação de forks de projetos famosos, o próprio Kernel Linux já foi forkeado mais de 27 mil vezes no GitHub. O caso mais recente de um software famoso a receber um projeto fork, é o GNU Image Manipulator Program, conhecido por “GIMP”, pela galera aqui da rua.  

Mais curioso do que a criação dos forks, é o motivo de suas criações. Apesar do projeto Glimpse ter algumas ideias de melhorias para trazer ao GIMP, uma das razões principais é pelo nome “GIMP”.   

Não entendeu?

Pois é, para falantes de Português realmente não faz muito sentido, mas de fato, a palavra “GIMP” pode significar muitas coisas, como mostra esta sessão de desambiguação a Wikipédia  

Dentre as possíveis interpretações, a palavra “gimp” pode ser usada como um gíria para um comentário de mau gosto sobre pessoas com certas deficiências físicas. Confira no dicionário informal de vocabulário em Inglês.  

Entre outras atribuições, “gimp” também faz referência um certo tipo de elemento usando por sadomasoquistas, além de também ser um nome de um grupo de dança Nova Iorquino, o “The GIMP Project”, o que, eventualmente poderia causar disputas autorais pelo nome (talvez).  

Eu passei anos usando o GIMP sem ter conhecimento desse tipo de associação, e apesar de aparentemente isso não ter afetado o projeto de forma muita profunda, especialmente em países onde a língua nativa é diferente do Inglês, algumas pessoas alegam uma certa dificuldade de entrar no mercado por conta do nome, alegando uma certa resistência por causa disso.  

Não é a primeira vez que isso acontece

Esses problemas idiomáticos aconteceram outras vezes na história, o próprio uso da expressão “Open Source”, foi criado, em parte, para evitar o uso de “Free Software” (Software Livre em Inglês), porque a palavra “Free” também significa “grátis”, e acabava passando a ideia errada para o mercado, entre outras coisas.  

Apesar de, dentro das comunidades técnicas isso não ser um grande problema, imagine “empurrar” para o mercado leigo sistemas com o nome de “Kubuntu” ou até mesmo “Fedora”, que sabemos que faz referência ao chapéu, mas também lembra o nome “Fedor”, como já vi pessoas comentando na comunidade.  

Percebe como pode realmente ser problemático? Provavelmente a palavra “gimp” para quem fala Inglês, seria como se chamássemos o editor de imagens em Português de “Aleijado”, em uma tradução pouco precisa, mas que serve para ilustrar, além das várias outras possíveis associações.  

Código aberto é para isso

A discussão pelo nome do GIMP já aconteceu no passado, onde, ao que parece, visto que nada foi alterado neste sentido, o nome foi mantido.  

O lado interessante do software livre é que se você não concorda, seja até mesmo com o nome da ferramenta, você pode criar um fork para chamar como quiser e continuar o seu próprio desenvolvimento à partir daí.  

Segundo o site do Glimpse, que ainda está muito “cru” e  com poucas informações, no próximo mês teremos o primeiro lançamento da ferramenta, na versão “0.1”, que seria apenas uma construção em fork do GIMP, com as primeiras mudanças propostas.  

Em 2020 a expectativa é lançar a versão 1.0, já portada para GTK3, com documentação e extras.  

Não podemos dizer se o Glimpse será um projeto duradouro, ou se será apenas algo passageiro de algumas pessoas inconformadas com o nome do GIMP. O projeto GIMP carece de desenvolvedores há muito tempo, não sabemos exatamente o porquê, mas acho que a criação de um novo projeto, ou mesmo a organização do GIMP para se tornar uma fundação, de forma semelhante ao que o Krita e o Blender fizeram, pode ser benéfico.  

Sei que nós, brasileiros, nunca tivemos problema algum com o nome GIMP, mas se isso for identificado como um fator que impeça o crescimento do projeto em locais falantes de Inglês, assim como aconteceu com a desambiguação de “Free Software” com a sentença “Open Source”, não vejo nada de errado em considerar um rebranding. Liberdade é para os que concordam e para os que discordam, não é mesmo?  

O que você achou da ideia do projeto? Mesmo nunca tendo feito qualquer conotação negativa com o nome “gimp”, confesso que goste de como “Glimpse” soa aos meus ouvidos. E você?  

Participe do nosso fórum e continue o debate.  

Até a próxima!


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Tangram, um app para gerenciar Webapps
Continue lendo

Tangram, um app para gerenciar Webapps

Hoje em dia, ter os serviços concentrados em um único lugar e poder acessá-los de forma rápida e prática é muito bom, não é mesmo? 😊 Se usamos webapps então, uma hora ou outra vira “bagunça”. 😄 Tangram quer ajudar a organizar essa “bagunça”.
5 Apps para gerenciar seus arquivos no Android
Continue lendo

5 Apps para gerenciar seus arquivos no Android

Gerenciar arquivos no Android nunca foi tão fácil, é comum se perder em meio a tantos documentos, músicas, fotos, apks entre outros. Por isso selecionei 5 ótimas soluções para gerenciar os arquivos de seu aparelho.