Novo Mozilla Firefox 68 chega com grandes novidades e muito mais

Novo Mozilla Firefox 68 chega com grandes novidades e muito mais

O Mozilla Firefox é uns dos navegadores mais populares para se navegar na internet, recebeu nesta Terça (9) uma nova versão, a 68, chegando com algumas novidades e melhorias em seu “motor”.

Podemos começar a falar que proteções contra Criptomineradores e Fingerprinters (rastreadores de identidade digital) foram adicionados nas preferências do controle de conteúdo, na opção mais rigorosa, em Privacidade e Segurança.

Para quem usa o Windows 10 e GPUs da AMD, agora vão poder usar o WebRender.

Foram corrigidos vários bugs de segurança, o acesso à webcam e microfones agora exigirá uma conexão HTTPS, além do suporte ao Windows Background Intelligent Transfer Service (BITS) que permite continuar um update do Firefox mesmo se ele estiver fechado.

Agora as grandes novidades desta versão 68 do Firefox. Vamos começar pelo Dark Mode no modo leitura, com mais opções para você utilizar. Quando o site possuir essa opção habilitada, como você pode ver na GIF abaixo.

Na parte dos addons, temos duas novidades. A primeira, é que será possível gerar um relatório de problemas, desempenho e afins diretamente no about:addons.

Ainda dentro do about:addons, existe um redesign, assim tornando mais fácil o acesso às informações dos addons que você tem instalado no Firefox.

Uma última novidade ainda sobre os addons, é a inclusão do selo de Recomendado, como acontece na loja do Android. Aqui o addon recebe o selo de “Escolha da Equipe”.

Agora uma novidade que não foi comentada na release, mas que foi implementada sem muito alarde, que o PiP (Picture in Picture) nativo no Firefox 68. Por algum motivo não vem habilitado por padrão, mas que dá para habilitar sem problemas, como mostrado na GIF abaixo.

O caminho feito foi: Digite about:config >> procure na barra de pesquisa por media.videocontrols.picture-in-picture.enabled 

Feito isso, basta fechar e abrir de novo o Firefox. Para ativar o PiP, basta ir em um serviço que seja compatível, como o YouTube, e dê um duplo clique com o botão direito do mouse até aparecer a opção de Picture-in-Picture e habilitar ela. 

Vale lembrar que podem ocorrer bugs ou inconsistências, pois, modificamos o Firefox do seu “padrão”, mas até o momento tudo ocorreu normalmente.

Para mais informações, acesse o post do blog da Mozilla.

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum.

Espero você até a próxima, um forte abraço.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Linux Mint 18 não trará mais suporte nativo para Codecs Multimídia
Continue lendo

Linux Mint 18 não trará mais suporte nativo para Codecs Multimídia

Umas das características que fez o Linux Mint se popularizar como "melhor distribuição Linux para iniciantes" era o conceito "Out of the Box", o que significa, "trocando em miúdos", que assim que a instalação terminava você simplesmente usaria o sistema sem precisar configurar mais nada, ou configurando apenas aquilo que você gostaria de mudar, de qualquer forma, já poderia assistir filmes, ouvir músicas, etc. Bom, isso não vai mais acontecer.