Finalmente a Purism revela as especificações de seu smartphone Linux

Finalmente a Purism revela as especificações de seu smartphone Linux

Atualmente contamos com boas soluções em smartphones no mercado, porém, nem sempre os dados pessoais são “realmente pessoais”. Afinal, não é incomum que empresas usem certos dados para marketing orientado. Obviamente, que existem vantagens e desvantagens com esse padrão de mercado.      

A Purism é conhecida por sua linha de laptops com Linux, Librem, e o seu smartphone Librem 5. Há muito tempo especula-se sobre as especificações deste aparelho, pois, era de conhecimento geral alguns detalhes, como o seu sistema operacional PureOS, baseado no Debian. Que o mesmo utilizaria aplicações convergentes, sua interface gráfica é uma parceria com o Projeto GNOME, utilização do Flatpak entre outros detalhes que você pode averiguar em nossa postagem especial.

Especificações técnicas do Librem 5

  • Sistema operacional: PureOS (baseado no Debian);
  • Tela: IPS TFT de 5,7 polegadas (resolução de 720×1140);
  • Processador: CPU ARM de 1.5 GHz, i.MX8M Quad-Core Cortex A53;
  • Suporte às tecnologias: OpenGL / ES 3.1, OpenCL 1.2 e Vulkan;
  • RAM: 3 GB;
  • Armazenamento interno: 32 GB eMMC, com slot de expansão via microSD;
  • Câmera: Uma traseira de 13MP com flash LED e uma frontal de 8MP;
  • Bateria: Sua bateria possui 3.500mAh, que pode ser substituída pelo usuário;
  • Conectividade: Entrada de fone de ouvido de 3,5 mm (estéreo e mono), Wi-fi 802.11 a / b /g /n 2.4GHz, Bluetooth 4.x, GPS interno Teseo LIF3 GNSS, USB 3.0 Type C (transferência de dados, carregamento e saída de vídeo), leitor smart card com slot 2FF (tamanho de um SIM card), slot microSIM e modem opcional Gemalto PLS8 3G / 4G ou Brodmobi BM818 fabricado na China;
  • Extras: LED RGB para notificações com controle PWM por cor, motor háptico (vibração), luz ambiente e sensores de proximidade, sensores de aceleração, giroscópio e bússola de 9 eixos; 
  • Interruptores para hardware: Com 3 interruptores em seu hardware, o Librem 5 é capaz de ativar e desativar funções, como: acesso a Wi-fi, Bluetooth e uso do chip (internet e comunicação), câmera, microfone, IMU, bússola, o GNSS, luz ambiente e sensores de proximidade. Tudo fisicamente, garantindo maior controle e privacidade total.
librem-5-smartphone-linux-debian-pureos-flatpak-segurança-gnome-convergente-open-source

Atualmente o Librem 5 está disponível em encomenda, digamos que uma pré-venda. Com isso seu valor está em US $649 (aproximadamente R$ 2.588 sem impostos). Esse preço especial irá até 31 de Julho. Logo após o valor será de US $699 (aproximadamente R$ 2.787 sem impostos).  

Por trazer o conceito de convergência, existe a opção de adquirir junto ao smartphone Librem 5 um kit, composto por: 1 monitor (de 24 ou 30 polegadas), teclado e mouse compatíveis com o dispositivo.  

librem-5-smartphone-linux-debian-pureos-flatpak-segurança-gnome-convergente-open-source-kit

Se está interessado pelo produto, entre diretamente em sua página oficial, veja os valores e se existe disponibilidade para entrega em outros países, como o Brasil. Acesse este link, da pré-ordem do Librem 5.  

Pessoalmente a ideia de ter um smartphone, como o Librem 5 me atrai. A possibilidade de utilizar o ambiente GNOME tanto em modo smartphone, como desktop é bem interessante. Obviamente que outras soluções, como o Plasma Mobile e Unity 8, não poderiam faltar em meus testes (😁😁😁).  

Gostou do Librem 5? Compraria um smartphone com essa filosofia de segurança e maior controle de seu utilizador? Faça parte de nossa comunidade e fique por dentro das novidades do mundo da tecnologia.  

Até o próximo post, te espero, SISTEMATICAMENTE! 😎

Fonte: Purism, Softpedia.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Mageia 7 é lançado oficialmente
Continue lendo

Mageia 7 é lançado oficialmente

Como noticiamos no começo do ano, o Mageia 7 viria com várias novidades na sua versão final, e assim se fez. Só dando um contexto “histórico”, ela é uma distro francesa que surgiu em setembro de 2010, como um fork do famoso Mandriva Linux, que teve a sua última versão lançada em 2011 e sem mais nenhuma atualização até então. A própria empresa, Mandriva, declarou falência anos depois.