WikiLab: Comunidade no ABC paulista quer imprimir um laboratório para trabalhar com software livre

WikiLab: Comunidade no ABC paulista quer imprimir um laboratório para trabalhar com software livre

Hoje eu vou apresentar pra você o projeto mais bacana que eu vi durante toda esta semana. Com o avança da tecnologia, existe uma cultura nova com impressoras em 3D e outras ferramentas do tipo, mas você já pensou em extrapolar e imprimir o seu laboratório inteiro?

Eu acho muito importante demonstrar o nosso apoio a um projeto tão bacana quanto este. O pessoal da UFABC, de São Paulo está elaborando um projeto para literalmente IMPRIMIR um laboratório.

O projeto

O que queremos fazer?

Queremos unir mentes e forças para fabricar e montar o espaço que será a casa doLaboratório de Tecnologias Livres da UFABC e da comunidade hacker do ABC . Desde a criação do projeto, feito digitalmente, até a montagem, todo o processo será feito de forma colaborativa e com fonte aberta, usando tecnologias maker.

Para isso, vamos imprimir um laboratório.

Calma, a gente explica: vamos usar chapas de madeira e uma máquina CNC para cortar e numerar as peças que serão utilizadas para levantarmos nosso laboratório acadêmico. Depois juntaremos quem estiver disposto a ajudar – sem a necessidade de nenhum conhecimento específico – e encaixaremos as peças como em um quebra-cabeças gigante.

O local será utilizado como makerspace, laboratório acadêmico e um espaço aberto para todos que queiram transformar um projeto em realidade, usando tecnologias livres. Será a primeira wikihouse de São Paulo , a segunda do Brasil.”

Este pequeno trecho de explicação acima foi retirado do projeto de financiamento coletivo para poder tirar esse sonho do papel. Existe uma campanha no Catarse que pretende juntar R$ 63.000, faltam 37 dias para que a campanha se encerre no momento deste post, e foram arrecadados apenas 30% do valor, como é o tipo de campanha “tudo ou nada” do Catarse, caso a meta não seja atingida, o projeto infelizmente não poderá ser concluído.

Confira o vídeo abaixo para entender melhor como vai funcionar o projeto.

As pessoas que colaborarem receberão recompensas que vão desde de adesivos e camisetas até coisas “mais permanentes”, como o seu nome escrito na parede do laboratório.

Falando nisso, você reparou em como ele será montado? Todo o projeto é baseado no conceito da WikiHouse.

WikiHouse

WikiHouse é uma estrutura feita de madeira compensada, cortada com uma máquina CNC – impressora 3d com cortadora a laser. Os planos da estrutura foram criados pela comunidade global da Wikihouse e estão disponíveis para qualquer um na internet. O objetivo é permitir que qualquer pessoa projete, faça o download e imprima casas e componentes que podem ser montados com o mínimo de habilidades formais ou treinamento. O projeto é um alternativa inovadora de habitação de baixo custo que pode ser adaptada e implementada no mundo inteiro. É quase como brincar de lego em tamanho real!

O ambiente será aberto ao público e será um local para incentivar a cultura hacker, de pesquisa e de software de código aberto.

Vale a pena colaborar ou no mínimo compartilhar para que um projeto bacana como este saia do papel!

Clique aqui para acessar o projeto no Catarse e colaborar com o valor que quiser, qualquer quantia já ajuda.

Compartilhe com seus amigos e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez Você Também Goste
Adobe quer saber: Você teria a Creative Suite do Linux?
Continue lendo

Adobe quer saber: Você teria a Creative Suite do Linux?

Muitos que começam a sua jornada no mundo Linux perguntam se as ferramentas da Adobe (Photoshop, Lightroom, Illustrator, Premiere, etc.) tem versões para o sistema, pois já estão acostumadas a usarem tais ferramentas e mudar para outra acarretaria em uma curva de aprendizado que nem todos estão dispostos a fazer
MediaTek lança uma plataforma aberta para internet das coisas
Continue lendo

MediaTek lança uma plataforma aberta para internet das coisas

Existem muitas empresas que estão tentando puxar o setor de desenvolvimento da chamada "Internet das Coisas", entretanto, apesar de muitas vezes os softwares utilizados serem de código aberto o a plataforma de onde eles são desenvolvidos não é, pelo menos até a MediaTek dar início a este projeto.