Informações sobre o misterioso hardware do Steam Link vazam pela comunidade

Informações sobre o misterioso hardware do Steam Link vazam pela comunidade

A Valve não quis compartilhar os detalhes a respeito do do hardware e software do Steam Link, mas aprece que a informação vazou.

Confira a seguir aqui no diolinux

Noticias sobre Steam, Steam Machine, Steam Box dentre outras coisas sobre games estão recheadas aqui do Diolinux e podem ser conferidos como é o caso  dos

1500 títulos de jogos para Linux

A única coisa que sabemos é que ele utiliza um sistema operacional com o kernel baseado em Linux, mas já se torna uma boa noticia. A Valve não tem dito nada a respeito, mas a comunidade espera ansiosamente. A função básica do Steam Link é substituir o longo cabo HDMI entre a TV e o computador. Somente conecte-o a TV e a rede local e você será capaz de jogar seus jogos do PC na TV (fora poder jogar qualquer jogo Steam online).

Um usuário do Reddit publicou algumas fotos do hardware do Steam Link mcd1992 , da qual uma seria essa:

O Steam Link vem com a seguinte configuração:

  • CPU ARM MarvelL DE3005-A1 (o mesmo utilizado na primeira geração dos Google Chromecast).
  • GPU Vivante GC1000 GPU
  •  512MB of RAM (Micron MT41K256M16LY-107)
  • 4GB of flash memory (Micron Flash MT29F32G08CBAC.)
  • Driver open source disponível para ele. a única funcionalidade é fornecida pela solução Avastar 88W8897 Marvell.
Talvez Você Também Goste
Remix OS - O Android para computadores é descontinuado
Continue lendo

Remix OS – O Android para computadores é descontinuado

Uma notícia ruim para as pessoas que gostaram da proposta do Remix OS, um sistema operacional baseado no Android que trazia uma interface amigável para ser utilizada em computadores tradicionais, assim como um Kernel Linux modificado para tornar o Android compatível com processadores de arquitetura x86. O sistema foi declarado como descontinuado pelos desenvolvedores.
Avast ajudou o Linux Mint a se recuperar dos ataques
Continue lendo

Avast ajudou o Linux Mint a se recuperar dos ataques

Depois de praticamente um mês à partir da data do ataque ao site do Linux Mint e a troca da ISO do sistema por uma que continha o backdoor as coisas estão ficando mais calmas. O criador do Linux Mint, Clement Lefebvre, postou no blog da distro o resumo da situação do Mint.