Como instalar e habilitar o Nemo como gerenciador de arquivos principal no Ubuntu

Substitua o Nautilus pelo Nemo no Ubuntu

Muita gente não gostou da extrema simplicidade do novo Nautilus e optou por não usar a última versão ou procurar ambientes alternativos como o Nemo, desenvolvido pela equipe do Linux Mint.

Este artigo foi enviado por um leitor e vai te ensinar como definir o Nemo como gerenciador padrão de arquivos no Ubuntu.

“Utilizando o Ubuntu 12.10 que vem com o gerenciador de pastas Nautilus 3.4 por padrão, resolvi instalar a versão 3.6 seguindo a dica do blog Diolinux de “Como instalar o Nautilus 3.6 no Ubuntu 12.10” e fiquei meio decepcionado com o resultado, achei ele muito minimalista. Eu, particularmente prefiro muitas alternativas ao invés de poucas.
Após isso, resolvi fazer o downgrade para a versão 3.4 do Nautilus, mas percebi que o processo ocasionaria muitas perdas de dependências ou problemas com o SO.
Resolvi então seguir outra dica do blog “Como instalar o Nemo no Ubuntu” com uma única modificação que foi a opção de utilizar a versão estável do Nemo através do ppa:gwendal-lebihan-dev/cinnamon-stable e gostei bastante da gama de opções que o Nemo traz.
Instalação executada com sucesso, tive que resolver outro problema que ainda não estava de acordo com o que eu pretendia, pois apesar de ter instalado o Nemo, o Nautilus continuava lá como gerenciador padrão de pastas (inode/directory) ao montar/acessar meu HD externo e outro HD interno que utilizo para armazenar meus dados com segurança.
Após exaustivas pesquisas, encontrei a solução:
Para alterar o gerenciador padrão de acesso a pastas (inode/directory) no Ubuntu 12.10 Quantal-Quetzal, vamos editar como root dois arquivos de configuração:

1º ajuste:

Recomendo antes de mais nada criar um backup do arquivo que vamos modificar:

  • sudo cp /usr/share/applications/nautilus.desktop /usr/share/applications/nautilus.desktop.backup
Agora sim, vamos editar o arquivo nautilus.desktop:

  • sudo gedit /usr/share/applications/nautilus.desktop
Procurar por: Exec=nautilus %U
Substituir por: Exec=nemo %U (aqui poderia ser outro gerenciador como p.ex.: thunar, dolphin, etc.)

Nautilus-gedit

2º ajuste:

Criar um backup do arquivo que vamos modificar:

  • sudo cp /usr/share/applications/nautilus-folder-handler.desktop /usr/share/applications/nautilus-folder-handler.desktop.backup

  • sudo gedit /usr/share/applications/nautilus-folder-handler.desktop

Procurar por: Exec=nautilus %U
Substituir por: Exec=nemo %U

Arquivo modificado
Pronto!
Agora, basta verificar que ao montar um dispositivo ou mesmo ao acessar as pastas de arquivos através do lançador “Arquivos” do Unity, o Nemo será aberto com todas as pastas, arquivos e opções que nos possibilita.
Obviamente essa é uma solução paliativa e pode ser que haja outras maneiras mais adequadas de alterar o gerenciador padrão de pastas e arquivos no Ubuntu. Por isso, deixamos por sua conta e risco fazer o teste e verificar se tudo continuará funcionando de acordo com o que se espera de um excelente sistema operacional como é o caso do Ubuntu.
Caso haja algum problema após editar os arquivos, podemos retornar os arquivos de backup, sobrescrevendo os arquivos em que fizemos os ajustes.”
Este artigo excelente artigo foi enviado pelo nosso leitor: Edson Luís Isele – Técnico em Informática Redes Sociais: Facebook – LinkedIn.
Sabia que você pode fazer como o Edson e enviar seus artigos para o blog Diolinux?
Não perca tempo, se você tem um material de qualidade e quer ver seu artigo publicado para milhares de pessoas entre em contato conosco através desta página e nos envie o seu material.

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?


Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  – Siga também nossos escritores 
1 comentário
  1. Cara.. estava procurando isso, mas estava sem tempo para pesquisar… gosto muito do Dolphin e agora sim me livro do Nautilus! (Não é por nada, mas realmente desagrada ao ver o Nautilus desta maneira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez Você Também Goste