Snap – O quão grandes são estes pacotes em 2020?

Snaps são polêmicos por muitos motivos. Os pacotes do Ubuntu criados pela Canonical e que podem ser utilizados em várias distribuições Linux, serão alvos hoje de um dos nossos pequenos laboratórios, comparando-os com pacotes no formato Flatpak e os tradicionalíssimos .deb.

Meu objetivo com este teste é descobrir quanto de espaço em disco que um sistema carregado com Snaps ocuparia, especialmente quando comparado a Flatpak e .deb. Para isso,  fiz este experimento utilizando Pop!_OS, distribuição baseada no Ubuntu e mantida pela System76, que já oferta Flatpaks por padrão, ainda que nenhum venha pré-instalado.

A ideia de comparação com pacotes Snap vem a partir do feedback da nossa comunidade no vídeo em que comparamos os pacotes Flatpak com os .deb diretamente no Pop!_OS.

Você pode visualizar o vídeo comparativo para embasamento:

Muitas pessoas solicitaram um comparativo semelhante com os Snaps, e assim como informei no YouTube, ele vem agora em formato de texto no blog Diolinux.

O experimento envolvendo .deb e Flatpaks

Do nosso teste envolvendo .debs e flatpaks, o número que realmente importa é este na imagem abaixo:

Flatpak vs .deb
Pacotes Flatpak(direita) vs .deb (esquerda)

Na imagem, você vê o monitor do sistema do GNOME no Pop!_OS 20.04, pertencente a duas máquinas virtuais, todas as atualizações até o momento foram feitas e a seguinte lista de programas foi instalada:

  • Spotify
  • GIMP
  • Inkscape
  • Blender
  • Steam
  • Visual Studio Code
  • Telegram
  • Slack
  • OBS Studio

Todos esses programas foram instalados via pacotes .deb em uma das instalação, e da mesma forma, todos foram instalados via Flatpak na outra instalação.

Quando observamos a utilização de disco, vemos que a instalação .deb com todos estes programas (escolhidos aleatoriamente por fazerem parte do meu workflow) ocupam cerca de 8,8GB do disco, enquanto que a instalação via Flatpak utiliza 11,9 GB, um valor mais alto. Mas que ainda assim, não é um grande problema na minha concepção, visto que eu praticamente não tenho mais programas que preciso instalar.

O experimento envolvendo .deb, Flatpaks e Snaps

A ideia é fazer exatamente a mesma coisa com os Snaps, então criamos uma nova instalação do Pop!_OS, fizemos as mesmas atualizações, instalamos o pacote snapd para habilitar o suporte aos pacotes Snap no sistema e prosseguimos para a  instalação.

Pacotes Snap instalados no Pop!_OS
Lista de pacotes Snap instalados no Pop!_OS

Como vocês podem ver na imagem acima, praticamente todos os softwares da lista estão disponíveis em todos os formatos, exceto um deles, a Steam, que não existe no formato Snap ainda.

Observe também que existem vários Snaps complementares que são instalados para garantir a compatibilidade com todas as aplicações, como os Snaps core, core18 e core20, além de pacotes de temas e componentes do GNOME, como os Snaps gnome-3-28-1804, Kde-frameworks-5-core28, gtk-commom-themes e gtk2-common-themes.

Snap - uso de disco no Pop!_OS
Espaço em disco utilizado na instalação envolvendo pacotes Snap

Mesmo com um aplicativo a menos, confesso que a quantidade de uso de disco me surpreendeu positivamente. Todos estes programas instalados, somando-se à base do sistema ocuparam apenas 9.2 GB de tamanho.

Claro, para que fosse um comparativo justo, refizemos a instalação no Pop!_OS utilizando apenas pacotes .deb, com todas as aplicações da lista, exceto a Steam.

Intalação em .deb
Instalação com apenas pacotes .deb trouxe-nos 8,4GB de espaço usado.

Conforme você pode notar na imagem acima, em um ambiente onde apenas softwares no formato .deb foram instalados (da nossa lista), tivemos um uso de disco de cerca de 8,4GB.

Da mesma forma comparamos agora com a instalação Flatpak, contendo todos os aplicativos da lista, exceto o Steam.

Instalação em Flatpak
Instalação Flatpak ocupando cerca de 11.4 GB

SNAP – Impressões que ficarão por anos

Snaps tem muitos problemas, assim como Flatpaks e .debs também tem os seus, provavelmente seria possível criar uma lista de motivos para usar ou não usar nenhum.

Pacotes Snap e Flatpak tendem a usar um pouco mais de espaço em disco devido a sua natureza, uma troca que considero justa, vide a vantagem que eles podem oferecer. 

Snaps provavelmente são muito menores em tamanho do que você imaginava, sim, eles ocupam mais espaço do seu disco, mas não é nenhum absurdo, especialmente se você comparar com instalações de Windows e macOS que ocupam muito mais do que isso, mesmo sem estes programas instalados.

Fica ainda mais evidente quando comparamos um sistema pronto para produção ocupando cerca de 10GB ou 12GB (considerando o Flatpak) de espaço em disco, como o Pop!_OS do nosso laboratório, com o Windows 10 recém instalado, sem atualizações, sem os softwares e eventualmente sem todos drivers, ocupando cerca de 20GB, até um pouquinho mais.

É claro, o Windows 10 traz inúmeras ferramentas ao usuário, muitas delas não presentes em uma instalação como a do Pop!_OS,  elas podem ser úteis para você ou não, tudo depende da forma com que você utiliza o computador.

O estigma continua, Snaps não causaram a melhor das impressões em seu lançamento, e, naturalmente as pessoas tendem a ser mais  críticas em relação a coisas que são tão importantes, quando algo lhes desagrada, isso é algo humano.

Imagine que Snaps fossem “perfeitos” e seu único defeito ou problema fosse realmente ocupar mais espaço em disco, isso seria pouco relevante diante do todo, não é verdade? Infelizmente, sabemos que este não é caso. Mas, isso não deveria colocar mais peso na questão do tamanho dos arquivos.

De hoje em diante, eu vou reclamar dos outros pontos que tenho ressalvas relacionados ao formato. Mas, penso que não faz sentido que eu reclame do espaço usado em disco. Essa informação será apenas uma coisa a mais na lista de quem quer reclamar e ficam procurando todas as coisas supostamente ruins que o formato nos traz.

Atualmente meu Workflow está atrelado a aplicações Flatpak, muito mais do que Snap, entretanto, eu não vejo problema algum em usar algum Snap caso seja esta a forma de eu conseguir o suporte oficial para alguma aplicação que eu deseje.

Cabe observar que este teste contém um conjunto de aplicações específicas, baseado na minha utilização do computador, você é bem-vindo para compartilhar os seus próprios testes e comparativos no nosso fórum, se assim desejar.

Qual a sua opinião? Participe do debate no nosso fórum através do botão de comentários.

Até a próxima!

Talvez Você Também Goste
Ubuntu 18.04 LTS recebe melhorias visuais de última hora!
Continue lendo

Ubuntu 18.04 LTS recebe melhorias visuais de última hora!

Depois do Ubuntu 18.04 LTS ter entrado em fase de congelamento, onde geralmente não são incluídos novos recursos ou modificações na interface, deixando os desenvolvedores trabalharem na correção de eventuais bugs, teoricamente não teríamos mais adições ao sistema, mas curiosamente tivemos hoje um implemento visual muito interessante na atualização da Daily Build de, confira: