Capturando a tela com o OBS Studio no Wayland

Capturando a tela com o OBS Studio no Wayland

Um dos desenvolvedores do projeto GNOME, o brasileiro Georges Stavracas, criou um plugin de compartilhamento de tela que torna possível a utilização do OBS Studio em sistemas rodando a interface gráfica através do Wayland.      

O Wayland é um servidor gráfico, que é o “cara” responsável por desenhar a imagem que você vê na sua tela. Se a distro que você utiliza faz uso do GNOME como interface gráfica, é o servidor gráfico quem faz com que esta interface gráfica seja exibida na sua tela.  

Hoje em dia, a maioria das distribuições Linux utiliza como padrão um outro servidor gráfico, chamado X.org. Este é um projeto bastante antigo, e foi justamente visando criar um software mais moderno e de fácil desenvolvimento que o Wayland foi criado. Dito isso, a ideia é que o Wayland possa ser capaz de substituir o X.org em todos os sistemas, caso esse seja o desejo dos desenvolvedores.  

Para que você possa entender melhor o que é um servidor gráfico, bem como o que é Wayland e X.org, fortemente recomendo que assista aos vídeos a seguir. Desta forma você poderá tirar o melhor proveito das informações contidas neste artigo.  

Embora a maioria das distribuições Linux ainda utilize o X.org como servidor gráfico padrão, algumas distros, como por exemplo o Fedora e até mesmo o Debian (sobre o qual já falamos neste artigo) já fazem uso do Wayland como o servidor gráfico primário. O Wayland já está em uma fase de desenvolvimento avançada, e é perfeitamente capaz de atender todas as necessidades de uma grande parte dos usuários. Porém, ainda existem alguns detalhes importantes que precisam ser melhorados para que enfim, o Wayland possa substituir o X.org em maior escala.  

Um desses detalhes é que, até então, por padrão é impossível utilizar softwares de captura de tela como por exemplo o OBS Studio enquanto estiver utilizando o Wayland. Para resolver, ou ao menos contornar esse problema, o desenvolvedor brasileiro integrante do projeto GNOME, Georges Stavracas, desenvolveu um plugin que torna possível a captura de tela com o OBS Studio ao utilizar o sistema através do Wayland.  

Trata-se do “obs-xdg-portal plugin”. O plugin em questão já está incorporado na versão em Flatpak do OBS Studio, sendo que para utilizá-lo, tudo o que você precisa é ter o software instalado nessa versão.  

Para instalar o OBS Studio na versão Flatpak você pode acessar a página do mesmo no Flathub, ou simplesmente rodar o comando abaixo.  

flatpak install flathub com.obsproject.Studio

Se você não sabe o que é, ou como trabalhar com Flatpaks, confira o nosso tutorial sobre o assunto. Lembrando que após ter instalado o suporte ao Flatpak, será necessário adicionar o repositório Flathub, que pode ser feito com o comando abaixo:  

flatpak remote-add --if-not-exists flathub https://flathub.org/repo/flathub.flatpakrepo

O vídeo abaixo, produzido pelo nosso amigo Leandro Ramos, mostra o plugin em funcionamento, bem como a forma de utilizá-lo.  

Essa é uma solução temporária, mas que tem se mostrado muito eficaz. O caminho natural é que, com o tempo, o desenvolvimento tanto do Wayland, quanto das aplicações em si faça com que essa compatibilidade venha a acontecer de forma nativa.  

Todavia, enquanto isso não acontece, felizmente podemos contar com pessoas como o Georges, que estão sempre dispostas a ajudar a comunidade, e a disponibilizar soluções como a que estamos lhes apresentando hoje.  

Você já é usuário, ou testou o Wayland? Ou esta é a primeira vez que está ouvindo falar nele? E você, que já possui um nível de conhecimento sobre o assunto um pouco mais avançado, acredita que o Wayland realmente substituirá o X.org por completo algum dia? Conte mais nos comentários! 😁  

Para mais informações você pode acessar o post oficial de divulgação do “obs-xdg-portal plugin” (em inglês), redigido pelo próprio desenvolvedor.  

Você gosta de Linux e tecnologia? Tem alguma dúvida ou problema que não consegue resolver? Venha fazer parte da nossa comunidade no Diolinux Plus!  

Isso é tudo pessoal! 😉


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Nova solução da SUSE para o SUSE OpenStack Cloud
Continue lendo

Nova solução da SUSE para o SUSE OpenStack Cloud

À medida que a SUSE embarca no próximo estágio de crescimento e evolução como a maior empresa independente de open source do mundo, a empresa expande seus negócios para atender as necessidades atuais e futuras dos clientes Enterprise, à medida que eles se movem para universos de aplicações e processos de DevOps híbridos e multidinâmicos. A SUSE está idealmente posicionada para executar essa estratégia e ajudar seus clientes a adotar todo o espectro de ambientes de computação.