Como instalar o Game Mode da Feral Interactive no Ubuntu e no Linux Mint

Como instalar o Game Mode da Feral Interactive no Ubuntu e no Linux Mint

Gamers são muitas vezes detalhistas e estão sempre tentando extrair “um frame a mais” dos seus jogos favoritos, e uma das coisas interessantes para se fazer num momento como este, é tentar dedicar o seu hardware a executar uma determinada tarefa, como rodar o seu game. Por isso a Feral Interactive, a principal empresa de portes de jogos para Linux e macOS, criou uma ferramenta chamada “Game Mode”.  

Essa não é a primeira vez que falamos sobre o Game Mode, ele já foi assunto aqui no blog em Abril de 2018, e de lá para cá, o projeto recebeu interessantes melhorias e integrações.  

O “Game Mode” é um utilitário, sem interface gráfica, que deve rodar em background, focado em jogos, mas que, supostamente você pode usar com qualquer ferramenta. Os games podem usar o “Game Mode” para requisitar no sistema certos perfis de “atenção” por parte do processador e outros componentes de hardware do seu PC.  

Essa aplicação, de forma grosseira, pode ser comparada com o “Windows 10 Game Mode”, que tende a focar recursos do sistema para os jogos, porém, tecnicamente funciona de forma diferente. Assim como o próprio “Game Mode” do Windows, nem todos os usuários tirarão real proveito da ferramenta, pois isso depende da forma com que cada game é desenvolvido, e o quanto esses elementos são os que efetivamente estão segurando a performance do jogo.  

Como funciona?

Game Mode no Linux - Feral Interactive

A ferramenta da Feral ajusta a performance do Linux sob demanda, priorizando um processo específico, é um pouco diferente do que ferramentas como o CPUFreq, ou o Slimbook Battery Manager, que ajustam essa performance “system wide” fazem, mas ainda assim comparável.  

O Game mode ajusta o “nice” de um processo no Linux, configurando ele para “-4” por padrão, dando maior prioridade para IO e CPU, em comparação com os demais processos em background, no entanto, é importante perceber que o recurso só funciona o seu usuário estiver listado no arquivo limits.conf, que fica em /etc/security/limits.conf.

A intenção é que, com essa modificação, os games rodem de forma mais suave, com mais quadros por segundo e com menos “slowdows” ou “stuttering”. A grande questão é que isso fará apenas diferença, quando o “gargalo” do game em questão for de fato algum elemento desses, como a prioridade de execução, e  de forma geral, o Linux já faz muito bem o seu trabalho sem modificações específicas e manuais.  

Como instalar no Ubuntu e no Linux Mint

A instalação pode ser feita através do PPA oficial do projeto, você pode adicionar este repositório através do aplicativo “Programas e Atualizações” no Ubuntu, ou através das “Fonte de Aplicativos” no Linux Mint: ppa:samoilov-lex/gamemode

Se preferir fazer pelo terminal, basta usar este comando:

sudo add-apt-repository ppa:samoilov-lex/gamemode
sudo apt update

Para fazer a instalação, basta procurar pelo pacote “gamemode” no Synaptic, ou na loja de aplicativos do Linux Mint, ou ainda, usar o terminal mais uma vez se for mais conveniente:

sudo apt install gamemode

Depois disso, é recomendado reiniciar o computador para que as mudanças tenham efeito.

Como usar o Game Mode?

Na verdade, é muito simples. Games que tiverem esse suporte nativo, poderão fazer uso do “Game Mode” sem que você faça nenhuma alteração extra, basta simplesmente rodar o jogo. Atualmente os títulos para Linux com este suporte são poucos: – DiRT 4
– Rise of the Tomb Raider
– Total War: Three Kingdoms
– Total War: WARHAMMER II
– Total War Saga: Thrones of Britannia  

No entanto, é possível rodar qualquer game ou software que você queira com o comando:

gamemoderun nome_do_executável

Outra forma de fazer com que qualquer game da Steam use o “Game Mode” é utilizar o parâmetro:

gamemoderun %command%

…nos parâmetros de inicialização do jogo na Steam, alterando a opção nas propriedades.

Não espere maiores milagres, mas se você está sofrendo com desenho e quer fazer uma tentativa de melhora, esta pode ser uma solução.

Compartilhe seus resultados no nosso fórum, e eu te vejo no próximo artigo! 🙂


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste