Fedora 29 está finalmente disponível para download!

Fedora 29 está finalmente disponível para download!

Os desenvolvedores do Fedora anunciaram a disponibilidade da versão 29 da distro comentando que em breve o sistema operacional comemorará 15 anos desde o lançamento do Fedora Core 1, fazendo assim o anúncio das novidades não de um Fedora “core”, mas de uma versão Workstation, Server, Atomic Host e uma grande coleção de Spins, como são chamadas as versões comunitárias com focos específicos do Fedora.

Segundo os próprios desenvolvedores, seria um marco esperar mais uma semana para lançar o Fedora novo exatamente na data de aniversário do Fedora Core 1, mas eles decidiram não fazer a comunidade esperar e acreditam que esta é a melhor versão do Fedora de todos os tempos. A versão GNOME, em especial, na minha opinião realmente traz várias features interessantes, conforme mostramos no vídeo a seguir:

Talvez uma das maiores novidades seja o “Fedora Modularity”, um recurso que permite distribuir diferentes versões de pacotes na mesma base do Fedora, leia mais sobre aqui.

Na versão principal, Workstation, temos o GNOME 3.30, com melhorias em vários aspectos, na versão para arquitetura ARM temos agora a função ZRAM ativada, e uma versão Vagrant para o Fedora Scientific.

Meu grande destaque na versão GNOME é a integração com softwares de terceiros, que agora podem ser ativados com um simples clique do mouse, o que disponibiliza a instalação das últimas versões de drivers Nvidia, Google Chrome e Steam no Fedora, eliminando qualquer complicação, além de permitir o gerenciamento de softwares de forma automatizada para aqueles que desejarem, como mencionamos no vídeo acima.

👁 Leia as notas de lançamento do Fedora 29

Faça o download do Fedora 29

Faça o download de uma das Spins do Fedora 29

Se você já usa o Fedora 28, é possível fazer a atualização para a última versão, consulte o tutorial disponibilizado pela equipe do Fedora aqui.

Você já está usando a nova versão do Fedora? Conte pra gente a sua experiência!

Talvez Você Também Goste
Novo pack de Wallpapers do Ubuntu 17.10 é liberado
Continue lendo

Novo pack de Wallpapers do Ubuntu 17.10 é liberado e agora “acertaram” no design

Eu sei que existem pessoas que não dão a mínima para estes detalhes, afinal, basta trocar o papel de parede que vem por padrão se não gostar, certo? Certo. Entretanto, eu acredito que o "diabo está no detalhes" e um simples wallpaper bem feito ajuda a compor a identidade visual do sistema, vide as "sierras" no macOS, ou a "Window" cheia de luz no Windows 10.