A volta do Big Linux: Distro brasileira agora conta a interface do Deepin

A volta do Big Linux: Distro brasileira agora conta a interface do Deepin

Fico feliz em ver projetos queridos pelas pessoas voltando a ativa, ainda que, como no caso do Big Linux, eles tenham se remodelado de uma forma drástica, agradando a muitos e desagradando a outros tantos. Vamos falar sobre a volta do Big Linux para o mercado.

O anúncio da volta do Big Linux, cheio de bom humor, surgiu nesta página pertencente ao domínio principal do sistema, nesta mesma página você pode fazer o download do novo Big, como é chamado pelos usuários. O último lançamento da distribuição Linux brasileira foi em 2012, onde ainda utilizava o KDE Plasma como desktop principal.

O principal desenvolvedor do projeto, Bruno Gonçalvez (A.K.A. Big Bruno) explicou detalhadamente os motivos do afastamento anterior do projeto, os motivos para a volta e a nova proposta com a nova base e as novas interfaces (sim, no plural), através de um post no fórum oficial da distribuição.

Você pode conferir o nosso vídeo mostrando a prévia da versão 7.10 RC do Big Linux logo abaixo; agora ele conta com o Deepin Desktop Enviroment e com o Cinnamon Desktop na mesma ISO:

Foi notável a quantidade de pessoas que sentiam falta do Big Linux e se manifestaram de forma positiva na internet quanto a volta da distro. Claro que este é só o primeiro lançamento, então podemos esperar melhorias no futuro da distro, que agora é baseada no Deepin Linux, que por sua vez baseia-se no Debian. Na verdade, o novo Big Linux Trioxin está apenas em sua versão RC (Release Candidate), o que significa que ainda faltam alguns ajustes até o lançamento final ainda não previsto.

Para conhecer as novidades, diferenciais, um pouco da história e da perspectiva passada e futura da distro eu recomendo que você leia o post do Bruno, apenas para reforçar.

O que você achou da volta do Big Linux?

Até a próxima!

Talvez Você Também Goste
League of Legends nativo para Linux?
Continue lendo

League of Legends nativo para Linux? Não tão cedo segundo a Riot Games

Tivemos acesso à opinião da Riot Games através de um leitor do blog chamado Alisson Suassuna, onde foi indagado para a empresa sobre a sua posição sobre o mercado de Linux nos games. Apesar de League o Legends não poder ser instalado nativamente no Linux isso não quer dizer que você não possa jogá-lo, vamos mostrar como fazer também.