Kaspersky acusa Microsoft de monopólio do ramo de antivírus

Kaspersky acusa Microsoft de monopólio do ramo de antivírus

A empresa russa de segurança, Kaspersky, abriu uma reclamação formal na União Europeia contra a Microsoft alegando que a empresa norte-americana de monopolizar o uso de programas de segurança no Windows 10.

A reclamação da Kaspersky se baseia na forma com que, segundo eles, a Microsoft vem trabalhando com empresas parceiras no ramo de segurança. O bilionário russo Eugene Kaspersky, desenvolvedor do antivírus de mesmo nome, escreveu em seu blog que a Microsoft criou obstáculos para produtos de terceiros no Windows 10.

Há alguns anos a Microsoft vem oferecendo uma solução nativa para o Windows chamada Windows Defender, antigamente conhecido por Microsoft Security Essentials, e segundo Eugene Kaspersky são três problemas principais. Primeiro, as telas de aviso do Windows 10 incentivam o usuário a ativar o Defender, com um botão laranja escrito “Ativar” – só que isso desativa automaticamente os de outras empresas, mesmo que ele esteja atualizado e funcionando bem.

Windows Defender

Segundo, ao atualizar para o Windows 10, o sistema operacional detecta quais programas não são suportados e os desinstala automaticamente, sem aviso prévio, desta forma, o usuário só recebe o aviso depois que a atualização estiver concluída. Nesse processo, o antivírus da Kaspersky vem sendo removido e substituído pelo Windows Defender. E em terceiro lugar a Kaspersky diz que a Microsoft dá pouco tempo para desenvolvedores testarem antivírus no Windows 10, cerca de 7 dias pelo que foi relatado.

Leia também: Não há muito tempo atrás a Mozilla faria uma reclamação parecida em relação aos navegadores.

A Kaspersky diz que o programa de Insiders do Windows, que poderia solucionar o problema de poucos dias para trabalhar, não é compatível com vários antivírus diferentes, incluindo o da empresa, o que vem dificultando a produção da solução para a recente versão do Windows.

O Serviço Federal Anti monopólio da Rússia (FAS) já confirmou que está investigando se a Microsoft abusou da sua posição no mercado com o Windows 10, dizendo que a empresa tem “vantagens injustificadas” em questão de antivírus. A Kaspersky também abriu uma reclamação com a União Europeia em busca de uma solução para os problemas apontados.

Talvez Você Também Goste
Google adiciona novas funcionalidades ao GSuite
Continue lendo

Google adiciona novas funcionalidades ao GSuite

Usuários do GSuite agora poderão desfrutar de um sistema de verificação ortográfica baseado em inteligência artificial em breve, até mesmo um sistema de correção automática. Essas e outras novidades foram trazidas pelo Google na última quinta-feira (21).