The Linux Foudation passa a não aceitar mais membros eleitos pela comunidade em seu conselho

The Linux Foudation passa a não aceitar mais membros eleitos pela comunidade em seu conselho

A “The Linux Foudation” mudou alguns detalhes em seu estatuto e regulamentou que a comunidade não poderá mais eleger membros para o conselho da instituição.

Segundo as informações de Matthew Garret, o mesmo programador que criou um fork do Linux, a “The Linux Foundation” adotou uma nova postura quanto aos seus conselheiros.

A “The Linux Foundation” é uma organização sem fins lucrativos com o objetivo de promover o Linux e a iniciativa open source de modo geral. Existem muitas pessoas e empresas que colaboram financeiramente para mantê-la funcionando e empregando várias pessoas, como Linus Torvalds, o criador do Linux.

Garret informa que os membros da “The Linux Foundation” estão divididos de acordo com o montante de sua contribuição financeira, existem os chamados “membros platinum” que orçam anualmente pelo menos 500 mil dólares, dentre os contribuidores nesta categoria estão, Intel, IBM, HP, Oracle, Samsung, entre outras. Existem também os “membros Gold” que financiam anualmente 100 mil dólares, os membros “Silver” financiam de 5 a 20 mil dólares, variando de acordo com o tamanho da empresa, e os membros individuais que custeiam cerca de 100 dólares anuais.

A maior parte do apoio financeiro é feito por empresas, o próprio Kernel é majoritariamente desenvolvido por empresas – cerca de 80% como mostramos aqui – a comunidade tem uma participação muito mais modesta hoje em dia.

O papel do dinheiro

Colocar dinheiro na “The Linux Foundation” traz algumas vantagens, a fundação é dirigida por um conselho onde os membros “Platinum” podem fornecer 10 membros para este conselho, os membros “Gold” podem fornecer 3 e os “Silver” apenas 1. Os membros individuais (a comunidade) podiam eleger entre eles mais 2 membros para o conselho, sendo assim os representantes da comunidade.

Matthew Garret explicou que os estatutos da “The Linux Foundation” foram modificados para que os membros individuais não possam mais eleger representantes, isso significa, que pelo menos em tese, a comunidade não é mais representada no conselho da fundação. Teoricamente uma empresa poderia ceder uma de suas vagas para algum membro, porém, isso é muito improvável de acontecer.

Fonte.

Talvez Você Também Goste
WPS Office recebe update na sua versão para Linux
Continue lendo

WPS Office recebe update na sua versão para Linux

Muitos que chegam ao mundo Linux, estão acostumados a usar a suíte de Office da Microsoft, conhecido como Microsoft Office. Com isso é muito comum as pessoas salvarem os seus arquivos nos formatos proprietários da Microsoft (.docx; .xlxs e .pptx), assim quando vão usar esses documentos no Linux, enfrentam algum problema ou incompatibilidade com eles. O WPS Office vem para suprir essa necessidade.
Malware minerador de criptomoedas pode afetar linux
Continue lendo

Malware minerador de criptomoedas pode afetar linux

É comum ouvir a seguinte afirmação: “Linux não tem vírus” e isso está longe da realidade. É verdade que sistemas baseados em Linux, tem um nível de segurança altíssimo, e para simples tarefas, como instalar uma aplicação, é necessário permissão de administrador.