Versões anteriores do Internet Explorer não receberão suporte

Versões anteriores do Internet Explorer não receberão suporte

De acordo com o anúncio nesta terça-feira (12) da Microsoft, você pode começar a dizer adeus as versões anteriores do Internet Explorer. Em outras palavras, as versões – 8, 9 e 10 – não receberão atualizações de segurança importantes que normalmente são essenciais para a mínima segurança em sua navegação.

A Microsoft dará suporte a apenas Internet Explorer 11 e Microsoft Edge

Foi anunciado no site oficial da Microsoft Corporation do dia 12 de Janeiro de 2016, que a Microsoft não prestará mais do suporte às versões do Internet Explorer. Sim, você está lendo isso corretamente, um dos softwares que as pessoas “amam odiar” no mundo finalmente tem seus dias contados antes que sua última versão perca também o suporte.

Com a nova atualização para os sistemas operacionais Windows, os usuários serão notificados e motivados a atualizar seu navegador para as versões mais recente de seus navegadores, o Internet Explorer 11 e o Microsoft Edge, que no geral, costumam a ter um suporte regular aos sites mais popularmente visitados.

As versões anteriores ainda poderão ser utilizadas, mas a Microsoft não garantirá a segurança com atualizações futuras, deixando essas versões ainda mais vulneráveis a longo prazo.

O Internet Explorer 11 tem a marca de 336 pontos  no site de HTML5test, usado para testar a compatibilidade de HTML5 nos browsers em desktop, tablets e mobiles. Sinceramente, essa média é inferior a versão antiga do Firefox 17 em 30 de Novembro de 2012. Já o Microsoft Edge costuma a ter a marca de 453 pontos no mesmo site.

De acordo com a Microsoft, o usuário que optar atualizar seu navegador será beneficiado na visualização de sites com recursos mais moderno dos quais não são vistos da mesma forma em navegadores mais antigos, ao que por exemplo acontece com ao site do serviço da empresa chamado de Office 365.

No Windows 10, o navegador Edge já está instalado, além (é claro) das opções de navegadores já largamente utilizadas em diversos sistemas operacionais como: Google Chrome, Mozilla Firefox e Opera.

Não importa que sistema você utilize, usuários e desenvolvedores serão beneficiados com isso, já que os sites não precisarão se prender a técnicas que funcionassem em versões anteriores, o que a longo prazo melhorará a interatividade com o usuário e o suporte tão temido pelos desenvolvedores web finalmente começa a desaparecer.

– Fontes: Microsoft Corporation, Engadget, Canaltech, HTML5test


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Kdenlive 19.08.2 chega com várias melhorias
Continue lendo

Kdenlive 19.08.2 chega com várias melhorias

Contrário ao que é dito por algumas pessoas em seus artigos internet a fora, os softwares e aplicações nas distros Linux recebem atualizações com novidades e correções com bastante frequência. Principalmente quando se trata das grandes empresas e comunidades por trás das principais distribuições Linux.