G Suíte recebe opção de pagamento em Real

G Suíte recebe opção de pagamento em Real

O Google possui um ferramental bem amplo e completo. Contemplando diversos perfis de usuários o G Suíte é composto de diversas ferramentas como, Documentos, Planilhas, Apresentações, Gmail, Drive, Hangouts, etc.

A novidade anunciada pelo Google, traz a possibilidade de efetuar o pagamento do serviço com a moeda nacional. Anteriormente era necessário possuir um cartão de créditos internacional e pagar a alíquota de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Além da “roleta russa” que é a taxa de variação cambial do Dólar. Agora os brasileiros poderão utilizar tanto o cartão de créditos nacional, como pagar em boleto bancário. A mudança, segundo o Google, visa auxiliar os seus clientes brasileiros e é totalmente opcional.

A mudança é opcional, e os clientes atuais que quiserem migrar para o pagamento em Reais terão cancelados os planos anuais pagos em dólares americanos, bem como a cobrança de débitos futuros. Se o cliente migrar para o pagamento em Real não terá a opção de voltar a pagar em dólar”, alertou a empresa.

A opção está disponível nas versões Basic, Business, Enterprise e, também, para G Suíte Lite.

Você utiliza o G Suíte? É bom opções que não exijam meios de pagamentos “não acessíveis para todos”.

Que tal participar de nosso fórum Diolinux Plus? Até o próximo post, SISTEMATICAMENTE! 😎

Fonte: Google, Google Discovery.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Newsletter Diolinux
Talvez Você Também Goste
Ubuntu Tweak será descontinuado
Continue lendo

Ubuntu Tweak será descontinuado

Uma notícia ruim para quem gosta do popular software de personalização do Ubuntu, o Ubuntu Tweak. O desenvolvedor da aplicação anunciou que não pretende dar continuidade ao projeto.
Dell lança Ultrabook com Ubuntu
Continue lendo

Dell lança Ultrabook com Ubuntu

Que a Dell já apostava no Software Livre para vender computadores não chega a ser uma novidade, mas hoje ví uma notícia que me deixou muito otimista em relação ao futuro do Linux, mais uma vez a Dell faz frente e coloca o Ubuntu embarcado em um Ultrabook, o XPS 13