Disney+ agora funciona no Linux sem problemas

Disney plus linux

Para quem esteve preso em alguma realidade paralela ou “sumiu” pelo estalo do Thanos 😂, a Disney agora tem um serviço de streaming chamado Disney+ (quanta criatividade né 😂😂?), que chega para concorrer com outros serviços do setor, como Netflix, Amazon Prime Video, Hulu, entre outros. Mas esse serviço tinha um empecilho, não “rodava” no Linux 😟.    

O serviço tem estreia prevista no Brasil para meados de novembro de 2020, mas sem preço definido. Nos EUA ele custa US$6,99/mês, algo em torno de R$29/mês. Além dos EUA, está disponível no Canadá e Holanda, e para outros lugares do planeta o serviço estará disponível ao longo de 2020.  

Quem fez o relato que o Disney+ não estava funcionando no Linux, foi o pessoal do OMG! Ubuntu!, dizendo que em nenhuma distro funcionava e que precisava de “soluções alternativas” para acessar.  

Segundo eles, essa limitação inicial era por causa do DRM usado no serviço, o Widevine, requer um nível de segurança maior do que aceito no Linux (de nível 1).  Um outro serviço que pode enfrentar limitações deste tipo, é a Netflix, que não oferece resoluções em FullHD e 4k, mas o resto do serviço funciona perfeitamente.

A notícia que o suporte estava disponível para Linux foi dada por um engenheiro do Disney+, Justin Garrison. O tweet você confere abaixo:  

Isso é muito bom, pois mostra que a empresa está preocupada em não deixar nenhum cliente fora da sua plataforma e assim tendo uma cobertura bem ampla de quem pode ver o seu conteúdo. Ponto para a Disney 😀.  

Este artigo não acaba aqui, continue trocando uma ideia lá no nosso fórum. Espero você até a próxima, um forte abraço.


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Vale a pena usar o Deepin?
Continue lendo

Vale a pena usar o Deepin?

Pensou em design e Linux, o Deepin é uma das primeiras alternativas no mundo do pinguim. Mas, será que ele é apenas um rostinho bonito? Ou vale a pena utilizar o sistema?