Por que o Vim é tão difícil e tão amado por programadores?

Por que o Vim é tão difícil e tão amado por programadores?

Muitos irão dizer que ele é amado, justamente pelo motivo de ser difícil. Mas isso soa um tanto quanto arrogante e contraditório. 

O fato de ser “difícil” pra mim é relativo. Difícil nada mais é, do que aquilo que não sabemos utilizar e exige que saiamos da zona de conforto para compreender, por exemplo, algumas linguagens de programação que usam bastante nome de classes e métodos com letras maiúsculas e minúsculas misturadas, eu tenho uma dificuldade enorme de me adaptar, mas tem muita gente que prefere e acha mais fácil de memorizá-los.

Eu prefiro linguagens C-like, ou seja, tudo minúsculo.

Tá, mas o que isso tem a ver com o Vim!?!

O VIM é altamente customizável, e você pode deixar ele exatamente como você quiser. Adaptando o meu gosto para o Vim, posso dizer que pelo fato de ser altamente customizável, um ponto que pra mim é notório, iniciando pelo sistema que escolhi também (Gentoo), alto poder de customização: é possível transformar o Vim em qualquer editor que você conhece, sim isso é possível! Em contrapartida, o inverso não é verdadeiro.

E isso é o legal do Vim! Uma vez alguém pediu meu “.vimrc” , mas digamos que não serviria pra ele, pois esse arquivo é meio pessoal, as pessoas que disponibilizam os seus certamente retiram muita coisa. 

Por exemplo, no meu Vim:

– Salvo também com **Ctrl+s**;

– Saiu do editor sem precisar rodar o comando **:q**, mas simplesmente pressionando a tecla **q**;

– Meus tutoriais são escritos em Markdown para Jekyll com sintaxe YAML, ou seja, emojis, blocos, … tudo específico eu insiro pressinando combinações de teclas.

– Substituições também são automáticas;

E um monte de outras coisas, como: abreviações, comandos, mapeamentos, meus plugins (falo dos que eu criei)… e por aí vai.

Resumindo, concluindo e respondendo a pergunta do título:

Se você o escolheu, é porque você gosta de customizações e maleabilidade. Com o tempo, utilizando no cotidiano, você vai evoluir e ficar mais avançado, isso em qualquer sistema, linguagem de programação e qualquer outra coisa, mesmo não relacionada à tecnologia, ou seja, a mesma regra se aplica ao editor de texto que você escolher, não somente o Vim, mas também a ele.

Uma forma de entender na prática o que foi dito, é através do “Curso de Vim Moderno e Vimscript”, do canal Terminal Root, do Marcos, autor deste artigo.

O curso foi planejado para usuários Iniciantes e Avançados

Para você que deseja adquirir, há duas formas:

Pela Udemy, lá você poderá baixar todas as Apostilas PDF e assistir aos vídeos, podendo interagir com perguntas e comentários, com 70% de desconto neste momento para leitores do Diolinux.

– Diretamente pelo site do Terminal Root.

A diferença da Udemy para o site é que pelo site, além de você poder baixar os PDFs, você poderá baixar também os arquivos e os vídeos.

O que você vai aprender ?

– Técnicas de utilização, com abordagem completa;

– VimScript, a linguagem de programação do Vim para que você possa criar seus próprios plugins e/ou comandos e mapeamentos customizados;

– Personalização total do editor à sua maneira;

– NeoVim;

– Games; – Dicas extras de utilitários;

E muito mais!

Disponibilizamos 30 CUPONS de DESCONTO pra seguidores do Blog Diolinux: Clique aqui e garanta seu CUPOM .

Não deixe de aproveitar essa oportunidade de aprender um dos softwares mais amados do mundo UNIX!

*Esse artigo foi escrito por: Marcos, do canal Terminal Root.

Até a próxima!


Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Talvez Você Também Goste
Divulgue o seu canal no YouTube gratuitamente no Diolinux
Continue lendo

Divulgue o seu canal no YouTube gratuitamente no Diolinux

A equipe do Diolinux vai dar uma oportunidade muito bacana para quem está pensando em iniciar um canal no YouTube para falar sobre Linux ou que já tem um canal que envolve o sistema de alguma forma, vamos ajudar você a ser conhecido pelo público, e o que é melhor... GRATUITAMENTE!
Por que o inglês é vital para os profissionais de TI?
Continue lendo

Por que o inglês é vital para os profissionais de TI?

Apesar de ser apenas a terceira língua mais falada do mundo – atrás de mandarim e espanhol, acredite – o inglês é considerado hoje o idioma universal. Falar inglês significa ser capaz de se comunicar em basicamente qualquer lugar do mundo, ter a possibilidade de ganhar mais e hoje, na era da globalização, ser capaz de consumir conteúdos de qualquer canto do planeta em apenas alguns cliques.