Google remove Apps Android que acessam histórico de chamadas e SMS

Google remove Apps Android que acessam histórico de chamadas e SMS

Parece que a Google está adotando sua nova política de uso de dados. Anunciada em Outubro de 2018, essa nova investida, visa minimizar os problemas de segurança dos dados de seus usuários na plataforma Android.

Aplicativos sem validação prévia da Google, não poderão utilizar mais dados referentes aos registros das chamadas telefônicas e SMS. Os desenvolvedores que utilizam as antigas APIs, obrigatoriamente terão que migrar, caso queiram tais funcionalidades em seus apps, pois as permissões legadas não funcionarão.

Para utilizar os recursos ao acesso do histórico de chamadas e SMS, o desenvolvedor terá que preencher um formulário sobe análise da Google, e efetivada a real utilidade do acesso para função do app, o mesmo poderá obter tais dados sem problema algum.

Segurança em primeiro lugar 

Com tais medidas a gigante de Mountain View, espera reduzir problemas de aplicativos falsos, que roubam dados dos usuários.

Deste modo se o App ter função principal de acessar as chamadas, ele só pode acessar os históricos de chamadas, e se for para SMS, ele só poderá visualizar as mensagens.

Em casos específicos que o app leia penas um sms para códigos de verificação, por exemplo o Steam e Telegram. Existe uma API chamada “SMS Retriviever”, que lida com tais situações.

Seguindo a Apple

Tal medida da Google assemelha-se a da Apple no iOS, que restringe o uso destes dados e só libera o histórico de chamadas e SMS, para alguns apps, que anteriormente tenham passado por alguma supervisão da empresa.

Com tal medida fica claro que a Google vem melhorando a qualidade do Android, evitando aplicativos que coletem dados indiscriminadamente. 

Até a próxima pessoal, espero vocês aqui no blog Diolinux. Compartilhe, SISTEMATICAMENTE, nosso conteúdo. 😎

Talvez Você Também Goste
Novidades nos testes do kernel Linux
Continue lendo

Novidades nos testes do kernel Linux

Em recente reunião do Linux Kernel Plumbers, que ocorreu em Lisboa, Portugal, o tópico “automação de testes para o kernel Linux” foi discutido. Os principais desenvolvedores do Linux uniram-se com o objetivo de empregar esforços em uma estrutura de testes sólidos: o KernelCI. Agora na Open Source Summit Europe, em Lyon, França, o KernelCI passa a ser um projeto da The Linux Foundation e receberá os investimentos e recursos necessários.