Conheça o Bat, um clone do cat com Asas

Conheça o Bat, um clone do cat com Asas

Não estamos falando de morcegos e gatos literalmente, mas sim do famoso comando “cat” que permite que você visualize o conteúdo dos arquivos no Linux. Uma das curiosidades do mundo open source e que até coisas básicas, relativamente simples e consolidadas como o comando “cat” podem possuir alternativas. Conheça hoje o “bat”.

O Bat é um clone do comando cat que possui Syntax Highlighting (colorização da saída de acordo com o tipo do documento), numeração de linhas e ainda possui integração com o Git, mostrando partes que foram alteradas do arquivo de acordo com o último commit.

Além disso, ele ainda possui temas para realce de sintaxe para linguagens de programação e de marcação, concatenação e paginação de arquivos e entre outras facilidades.

Como instalar?

Para instalar o “bat” no Debian, Ubuntu, Mint e derivados rode os comandos abaixo em ordem:

Para sistemas 64 bits:

wget https://github.com/sharkdp/bat/releases/download/v0.9.0/bat_0.9.0_amd64.deb
sudo dpkg -i bat_0.9.0_amd64.deb

Para sistemas 32 bits:

wget https://github.com/sharkdp/bat/releases/download/v0.9.0/bat_0.9.0_i386.deb
sudo dpkg -i bat_0.9.0_i386.deb

Caso você use Arch, Manjaro, Antergos e derivados:

sudo pacman -S bat

Caso você outra distro (ou qualquer uma), use:

Para sistemas 64 bits:

wget https://github.com/sharkdp/bat/releases/download/v0.9.0/bat-v0.9.0-x86_64-unknown-linux-gnu.tar.gz
tar zxvf bat-v0.9.0-x86_64-unknown-linux-gnu.tar.gz
cd bat-v0.9.0-x86_64-unknown-linux-gnu/
sudo mv bat /usr/local/bin/
sudo mv bat.1 $(man -w echo | sed 's/echo.*//')

Para sistemas 32 bits:

wget https://github.com/sharkdp/bat/releases/download/v0.9.0/bat-v0.9.0-i686-unknown-linux-gnu.tar.gz
tar zxvf bat-v0.9.0-i686-unknown-linux-gnu.tar.gz
cd bat-v0.9.0-i686-unknown-linux-gnu/
sudo mv bat /usr/local/bin/
sudo mv bat.1 $(man -w echo | sed 's/echo.*//')

E como se usa? 

Brincar com o “morcego” é tão fácil quanto com o “gato” e acho que só no mundo Linux essa frase faz algum sentido, não é, não? 🤣🤣🤣

Para começar usar o Bat, você pode simplesmente rodar o comando bat [seu_arquivo] ou se quiser iniciar aos poucos, rode o comando bat –help para ter uma ajuda, se preferir, leia diretamente pelo manual com o comando man bat.

Alguns exemplos para você entender

Vamos ler um arquivo de Shell Script para ver a saída:

Existem muitas outras opções de configuração, leitura e personalização de cores que você pode fazer no Bat, basta usar o help ou o manual para ter uma noção melhor, outro lugar legal para você visitar é o repositório do software no GitHub, lá você também encontra muitas informações.

Caso você não tenha um bom domínio com comandos do terminal ou deseja ampliar ainda mais, recomendo você adquirir os treinamentos oferecidos aqui no blog Diolinux, juntamente com o Terminal Root e aproveitar os pacotes exclusivos. Saiba mais clicando aqui.

Abraços!

Talvez Você Também Goste
APT com problemas?
Continue lendo

APT com problemas? Saiba como resolver

A dica de hoje é algo bem simples, mas que pode auxiliar quem eventualmente esteja passando por essa situação. Confesso que é algo bem raro de acontecer, ao menos em meu cotidiano. Todavia, caso não esteja conseguindo atualizar seu sistema ou instalar apps, por conta do APT “travado/bloqueado”, eis a possível solução.