Anatel analisa possibilidade de limite em franquias de Internet novamente

Anatel analisa possibilidade de limite em franquias de Internet novamente

No primeiro semestre de 2016 os internautas se revoltaram com a possibilidade de uma internet com limite de acesso. Tal prática é comum em conexões móveis (3G/4G) aqui no Brasil, e empresas gostariam que a regra fosse válida para internet banda larga.

O limite de franquia é algo comum em outros países, mas olhando para o Brasil, vemos que a realidade é bem diferente. Com infraestrutura moderna e preços atrativos, países que possuem o limite no tráfego de dados na banda larga, contam com preços acessíveis, maior velocidade de download e upload e várias opções de provedoras de internet. 

Um assunto delicado

A Claro Brasil solicitou à Anatel, órgão responsável por regulamentar os assuntos referentes às telecomunicações do país, que reavaliasse a possibilidade de limite em franquias de internet fixa

O grupo responsável pela Claro Brasil, NET e Embratel, alega que tal medida seria necessária para evitar os os altos custos financeiros. A infraestrutura, segundo eles, está sobrecarregada, e para melhor prestação de serviços aos clientes a medida seria necessária.

Um dos maiores problemas das limitações impostas pelo governo em relação a concorrência, em um mercado mais livre, uma empresa incapaz de atender o público perde clientes, vai a falência, mas num modelo cartelizado assim, é mais fácil mudar as regras do jogo para não ser preciso gastar em infraestrutura e continuar lucrando (muito) mesmo sem oferecer um serviço melhor.

“Com tais mudanças na regulamentação, a comercialização da banda larga fixa permitiria que empresas atuassem com maior liberdade, fomentando a concorrência e melhora dos serviços”, alega a Claro Brasil.

Em 2016 a Anatel prometeu analisar o assunto até o final do ano de 2019 e emitir o parecer se as regras seriam adaptadas ou não.

E você o que acha deste assunto? A possibilidade de franquias na internet fixa, seria um meio para modernizar a infraestrutura das provedoras de banda larga no Brasil? Ou acredita que a situação pioraria para o lado do consumidor, sem investimento na internet brasileira?

Deixe nos comentários seu ponto de vista, mas seja educado. Por ser um assunto delicado, visões totalmente opostas podem aparecer e aprender com a opinião e argumentos diferentes é um ótimo exercício mental.

Te espero no próximo post aqui no blog Diolinux, até lá compartilhe as postagens, SISTEMATICAMENTE!

Talvez Você Também Goste
SoftMaker Office 2018 chega para Linux com interface "Ribbon"
Continue lendo

SoftMaker Office 2018 chega para Linux com interface “Ribbon”

Para as pessoas que gostam da interface Ribbon do Microsoft Office, porém, gostariam de utilizar um suíte no Linux, uma das principais alternativas atualmente é o WPS Office, além é claro, do modo "Ribbon" do próprio LibreOffice, contudo, isso pode ainda não ser o suficiente para você, por isso é hora de ver uma prévia do novo SoftMaker Office 2018.
Huawei começa a vender computadores com Deepin
Continue lendo

Huawei começa a vender computadores com Deepin

A situação entre os EUA e a Huawei não é a das melhores, ocasionando até na aceleração do desenvolvimento de sua possível alternativa ao Android, o misterioso HarmonyOS. Recentemente cogitei a possibilidade da empresa vender seus computadores com a distribuição Linux chinesa Deepin. E não é que acertei?