Conheça grandes novidades do Cinnamon 3.8

Conheça grandes novidades do Cinnamon 3.8

Os desenvolvedores do Linux Mint anunciaram a disponibilidade do Cinnamon Desktop para a comunidade. Saiba agora mais são as principais novidades.

O ambiente gráfico Cinnamon na versão 3.8 fará parte do Linux Mint 19 que sairá nas próximas semanas, ele também fará parte de outras distros que decidirem usar a interface como opção.

Usuários do Linux Mint 18.3 não poderão atualizar o Cinnamon para esta versão por conta de uma mudança brusca nas bibliotecas que compõem a interface, a única forma é realmente atualizando para a versão nova do Linux Mint quando ela sair.

Dentre as novidades da nova versão do Cinnamon, temos o suporte para o GTK 3.22, o que garantirá compatibilidade com mais temas GNOME e garantirá um visual mais modernos às aplicações.

Com exceção de algumas extensões do Nemo, todos os componentes do sistema que usam Python utilizarão a versão 3. As configurações de rede foram portadas do GNOME 3.24 com bugfixes inclusos do GNOME 3.26.

As funções de suspender, hibernar e rotacionar agora funcionam também com a tela bloqueada.

Uma das coisas que pode causar um efeito negativo, visualmente falando, é que agora o Cinnamon não configura automaticamente as variáveis QT para aplicações que usem a biblioteca para construir suas interfaces. Os desenvolvedores afirmam que será trabalho das distros fazerem as aplicações em QT5 ficaram visualmente atrativas “out of the box”. O que indica que o Mint deverá fazer algo do tipo por si só.

As thumbnails de arquivos no gerenciador de arquivos Nemo agora conseguem mostrar o preview de arquivos únicos de 32GB. 😮

Melhorias de desempenho

Houve  melhorias consideráveis também no desempenho do ambiente gráfico. As melhorias do compositor de janelas “Muffin” fazem com que as janelas abram e se redimensionem mais rápido e de maneira mais suave. Houve melhorias na biblioteca no Nemo (libnemo-extension) que fazem com que leitura de arquivos dentro de um diretório seja muito mais rápida, assim como a pesquisa.

As melhorias no compositor também fazem com que os softwares iniciem mais rápido depois que acorre o clique no ícone.

Outras melhorias interessantes

A pequisa no Nemo foi simplificada, e como já mencionado, ficou muito mais rápida que anteriormente.

Gerenciador de arquivos Nemo
Gerenciador de arquivos “Nemo” do Cinnamon Desktop

O sistema de notificações também foi melhorado e está mais inteligente. Agora as notificações possuem o botão de “fechar” e não ficam mais opacas ao usuário levar o mouse sobre elas. Para evitar excessos na tela, a quantidade de notificações exibidas de forma empilhada se limita a uma quantidade definível por fonte, como notificações vindas no Chrome por exemplo, notificações vindas no Skype, etc.

Nas configurações de volume agora você pode controlar até 150% do volume à partir do próprio applet no Painel, antes era possível fazer isso somente através do menu de configurações.

E estas modificações, segundo os desenvolvedores, são apenas um “overview” do trabalho que vem sendo realizado nos últimos seis meses de desenvolvimento para tornar o Cinnamon ainda mais amigável e prático para o dia a dia dos usuários.

Em breve poderemos desfrutar no ambiente no Linux Mint 19 e também em outras distros.

Até a próxima!

Fonte

Talvez Você Também Goste
Design nas distros Linux
Continue lendo

Quem vê cara não vê coração – Design nas distros Linux

O post de hoje é um daqueles em que dou minha opinião ou determinado ponto de vista sobre um assunto em específico. Estava criando uma capa para uma matéria aqui do blog, e o fatídico ditado popular veio em minha mente. “Quem vê cara não vê coração”. Mas será que isso pode ser aplicado no Linux e suas diversas distribuições?
7 programas para Linux que você não encontra no Windows
Continue lendo

7 programas para Linux que você não encontra no Windows

É comum vermos as pessoas falando que o Windows tem muitos programas que não existem em outras plataformas e isso não está incorreto de fato, mas existem também programas ótimos para Linux que não existem na plataforma da Microsoft. Encare este artigo como fator de curiosidade, a intenção não é dizer que um sistema é melhor que outro, porque isso é algo muito relativo a quem usa o computador, todos sabemos disso.