Nova versão do Vivaldi mostra detalhadamente os seus hábitos na internet

Nova versão do Vivaldi

O Vivaldi é um navegador que eu admiro muito, eles vão na contramão dos demais e conseguiram seu próprio público desta forma. Enquanto browsers como Chrome, Firefox, Edge e Safari estão a cada dia apostando em um visual mais clean e com recursos diminutos que podem ser expandidos apenas na base de complementos e plugins, o Vivaldi está tentando trazer recursos avançados de forma nativa.

Eu acho muito interessante a forma quase que “agressiva” que o Vivaldi tem de implementar funções, o mais interessante para mim é que são coisas que dificilmente você pensaria que fariam falta, mas uma vez que você se pegue utilizando, começa a perceber o quanto a ausência delas é enfática em outros navegadores.

Confira a entrevista do blog Diolinux com o criador do Vivaldi Browser, Jon Von Tetzchner.

Para cada lado que você olhar do navegador existem opções, isso pode ser bom para quem gosta da sensação de “painel avião” enquanto navega pela internet, entretanto, os amantes de interfaces limpas poderão se desagradar à primeira vista, sim, à primeira vista, porque o Vivaldi permite que você esconda todas essas opções dando a ele uma aparência semelhante a qualquer outro navegador conhecido.

VivaldI Clean
Vivaldi Browser no modo “Clean”

Para conseguir remover as várias barras, basta ir até o ícone “V” que fica no topo esquerdo do browser por padrão, ir até o menu “Exibir” e marcar ou desmarcar tudo o que você quiser que apareça ou não.

Além de otimizações para segurança, correções de bugs em geral, a nova versão do Vivaldi trás uma nova tela para o histórico de navegação. O novo histórico consegue trazer informações detalhadas sobre a forma com que você navega na internet.

Vivaldi Browser - Novo histórico
Novo histórico do Vivaldi Browser

Navegue um pouco na internet com o Vivaldi e depois pressione as populares teclas de atalho “Ctrl+H” para abrir o histórico do navegador e se surpreenda com gráficos detalhados da forma com que você acessa os sites, links que você clicou, sites acessados, datas, horários, frequência de navegação entre outras coisas.

O mais engraçado disso é que podem haver algumas pessoas que vão pensar que o Vivaldi está obtendo dados “demais” do usuário, mas na verdade, todo navegador de internet popular tem essa capacidade, acho que a grande diferença aqui é que o Vivaldi de mostra detalhadamente toda a informação, então vejo como positivo.

Você consegue também acessar o seu histórico facilmente direto de uma nova aba qualquer, basta clicar na opção indicada.

Vivaldi Browser

Para baixar a versão nova do Vivaldi Browser basta acessar o site e baixar o instalador correspondente para o seus sistema, existem versões para Linux, Windows e macOS.

Apesar de várias coisas bacanas, não posso deixar de comentar que ele ainda não está suportando a Netflix nativamente, coisa que agora o Firefox está fazendo, além do Chrome, isso acaba tornando difícil que os usuários tenham ele como único navegador.

Vivaldi Netflix

O Vivaldi é baseado do projeto Chromium, assim como o Chrome, então, tecnicamente falando uma implementação para o funcionamento da Netflix não deve ser uma passo tão grande, posso estar falando bobagens, mas esta me parece ser uma peça importante para que o navegador fique mais popular.

Pesquisando eu acabei encontrando alguns “workarounds” que permitem que você veja Netflix por ele, mas convenhamos que uma solução mais simples seria muito bem-vinda.

E olha que ele foi bem no teste de HTML5 do site html5test.com fazendo 517 de 555 pontos possíveis.

Vivaldi HTML5 Test

Claro que um teste assim, simples e único não serve para dizer se uma navegador é melhor que outro, porque além dos detalhes técnicos, temos também o gosto do usuário e outros quesitos que não são avaliados em testes assim, mas para você ter uma noção de comparação, nos testes que eu fiz, os concorrentes principais se saíram assim.

Firefox 52: 461 pontos de 555

Google Chrome 55: 507 de 555

Opera 44: 515 de 555

Midori 0.5.11: 315 de 555

Yandex 16 Beta: 487 de 555

Maxthon 1.0.5.3: 386 de 555

Até a próxima!

Talvez Você Também Goste
Projeto MU é apresentado pela Microsoft, o UEFI de código aberto
Continue lendo

Projeto MU é apresentado pela Microsoft, o UEFI de código aberto

A Microsoft, através doblog do Windows, fez o anúncio do “Projeto MU’, uma adaptação do projeto EDK II TianoCore’s para o UEFI (Unified Extensible Firmware Interface) tornando ele open source, sendo aproveitado pela empresa nos dispositivos ‘Surface” e nas versões mais recentes do Hyper-V. A novidade foi anunciado aos 40 minutos do segundo tempo de 2018, no dia 19 de Dezembro mais precisamente.