Google quer abandonar Java no Android e migrar para o OpenJDK

Google quer abandonar Java no Android e migrar para o OpenJDK

O open source mais uma vez toma frente na tecnologia, a vítima da vez é o Java. Presente atualmente no Android como um componente crucial ele deverá ser substituído pelo OpenJDK (O Java open source) na próxima versão do sistema da Google.

O Android M saiu recentemente mas a Google já tem planos para a próxima versão, o Android N, e aparentemente um componente importante da futura versão será a substituição do Java da Oracle pelo OpenJDK, o “Java open source”.

A Google vem disputando na justiça com a Oracle por conta de patentes do Android e como era de se esperar, a “gigante de Montain View” não está a fim de passar a pagar para utilizar o Java no Android exatamente como vem utilizando nos últimos anos, a solução óbvia é parar de depender da Oracle utilizando a versão open source do Java.

Mais uma vitória para o movimento open source, está mais do que claro que este é o melhor modelo para desenvolvimento de tecnologia atualmente, ou pelo menos, o favorito das grandes empresas. O que você pensa a respeito?

Fonte

Talvez Você Também Goste
Modo escuro finalmente chega ao Slack
Continue lendo

Modo escuro finalmente chega ao Slack

Modo noturno, modo escuro, dark mode... chame como você quiser, mas é um fato que as variações escuras de aplicativos e sites se tornaram muito populares, especialmente nos últimos anos. Agora, após uma longa espera, chegou a vez do Slack lançar o modo escuro para as suas versões de navegador e desktop no Linux, Windows e MacOS.
Extensão do Mozilla bloqueia rastreio do Facebook fora dele
Continue lendo

Extensão do Mozilla bloqueia rastreio do Facebook fora dele

Como muitos dos leitores do blog sabem, houve um grande escândalo envolvendo o Facebook e a empresa de processamentos de dados, a Cambridge Analytica, aonde a mesma teve acesso a dados de mais 50 milhões de contas dos usuários do Facebook. E isso vem causando até o momento um prejuízo estimado de quase US$100 Bilhões para o Facebook.