Wine Staging – O Wine turbinado para rodar aplicativos do Windows no Linux

O projeto Wine ganhou um reforço muito interessante do pessoal do Wine Compholio, o projeto que foi criado com o intuito de dar suporte a plugins Silverlight que até então rodavam apenas no Windows, agora o projeto ganhou novos recursos e acabou transformando-se em um Wine ainda mais poderoso em alguns casos.
Wine Staging

Uma versão otimizado do Wine

Para quem necessita de alguns aplicativos de Windows no Linux, como jogos por exemplo, o projeto Wine já vem quebrando um galho a muito tempo, recentemente tivemos a boa notícia de que através dele o DirectX 11 chegará ao Linux de forma que qualquer otimização é bem-vinda.
Alguns das otimizações contidas neste versão do Wine são:
– CSMT (Commandstream multithreading) para uma melhor performance gráfica
– CUDA / PhysX / NVENC com suporte para placas gráficas NVIDIA
– Suporte para EAX 1
– DXVA2 GPU video decoding
– Suporte para Threadpool API
– Suporte para Windows ACL
– Driver Wine PulseAudio
– Várias melhorias ao nível do d3dx9

Como utilizar esta versão do Wine?

A maneira mais fácil de usar esta versão do Wine é através do PlayOnLinux, se você tem alguma dúvida sobre como usar essa ferramenta assista este vídeo aqui, mas basicamente você precisar gerir as suas versões do Wine e encontrar na lista as versões Staging.
Wine Staging
Se você quiser usar esta versão do Wine sem usar o PlayOnLinux (apesar de eu não recomendar por questões de facilidade de operação) no Ubuntu ou derivados cole estes comandos sequencialmente no terminal:

sudo add-apt-repository ppa:pipelight/stable

sudo apt-get update

sudo apt-get install –install-recommends wine-staging

sudo apt-get install wine-staging-compat

Para outras distribuições e mais informações sobre o Wine Staging acesse o site oficial neste endereço.
Até a próxima!

_____________________________________________________________________________
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Talvez Você Também Goste