Como habilitar o “sudo” no Debian

Aprenda a habilitar o comando “sudo” no Debian

Quem está tentando fazer o caminho contrário, no Ubuntu para o Debian, deve ter percebido que o Debian é um pouco mais “casca grossa” que o seu filho, mas nada que um ajustes aqui e outros acolá não deem jeito.
Debian logo
Você já deve ter percebido que o Debian não aceita o comando SUDO com o Ubuntu, o sempre precisa logar-se primeiro como root, digitando: SU, para depois executar algum comando, esse tipo de sistema tem uma desvantagem, quando você se loga usando o SU, toda aquela sessão do terminal fica em modo Super Usuário para qualquer ação que você faça, com o SUDO você tem acesso temporário a poderes do Super Usuário, poderes que são cortados assim que o comando usado acaba.

Curiosidade: O nome é uma forma abreviada de se referir a substitute user do (fazer substituindo usuário) ou super user do (fazer como super usuário).

Como podemos ver além de ter uma vantagem no quesito segurança e também um espécie de “segurança anti-newbie” o SUDO é muito familiar de usuários de Ubuntu e seus derivados, para usar ele no Debian é muito simples, abra o seu terminal e cole o comando abaixo, ele vai adicionar o seu usuário ao grupo sudoers, e o comando SUDO vai funcionar normalmente no Debian como sempre funcionou no Ubuntu.

echo “seunomedeusuario ALL=(ALL:ALL) ALL” >> /etc/sudoers

Atenção para trocar o nome de usuário pelo seu, para saber quais são os usuários disponíveis use o comando users.

Temos mais algumas dicas para ajudar você a “amansar” o Debian:

Compartilhe para mostrar aos seus amigos

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?


Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  – Siga também nossos escritores 
@dionatanvs+Dionatan Simioni + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:
Talvez Você Também Goste