Linus Torvalds comemora os 22 anos do Linux de maneira nostálgica

Essa semana o Linux faz 22 anos de existência

À mais ou menos 22 anos atrás nascia um projeto que iria revolucionar a computação mundial à todos os níveis, desde uma batata até os supercomputadores que a NASA usa em estações espaciais.
Obviamente Linus Torvalds, criador do Kernel Linux, não acreditava que isso um dia chegaria onde chegou, com tantas pessoas apaixonadas por isso, tantas vidas dedicadas à trazer o que há de melhor em termos de software Livre para as pessoas.
Linus-Torvalds-Linux
Em sua conta no Google+ Linus fez uma brincadeira muito nostálgica relembrando o que havia escrito quando estava desenvolvendo o Linux.

Olá para todos usando minix – estou criando um sistea operacional (gratuito) (apenas um hobby, não será grande e profissional como gnu) para clones do 386 (486)”, Torvalds escreveu em 26 de agosto de 1991, pedindo para as pessoas enviarem pedidos de recursos.

E ontem, 25, Torvalds anunciou o lançamento do kernel 3.11-rc7 do Linux de maneira parecida.
“Olá para todos usando Linux – estou criando um sistema operacional (gratuito) (apenas um hobby, mesmo que seja grande e profissional) para clones do 486+ AT e praticamente qualquer máquina superior. Isso está sendo feito desde abril desde 1991, e ainda não está pronto. Gostaria do seu feedback em coisas que as pessoas gostam/não gostam no Linux 3.11-rc7”, escreveu no Google+.
Esse é uma das pessoas mais importantes da história da tecnologia e às vezes penso que ele não tem o devido mérito fora dos círculos de que trata do assunto e trabalha com Linux, mas de qualquer forma parabéns ao Linux e aos seus usuários independentemente da distribuição que usem.
Meus cumprimentos, até a próxima!

Quer continuar por dentro de tudo o que acontece por aqui?


Então curta nossa página no FACEBOOK, siga o blog no TWITTER  – Siga também nossos escritores 
@dionatanvs+Dionatan Simioni + Elian Medeiros 

Baixe o APP do Diolinux para o seu Smartphone

Se você tiver alguma dúvida procure um de nossos grupos de discussão no Facebook:
Talvez Você Também Goste